/* Excluido depois do Upgrade do Google em 25 de Outubro de 2009 Fim da exclusao */

quinta-feira, outubro 29, 2009

Blog-TUR

O HOTEL MAIS LUXUOSO MUNDO
UM MILAGRE NO DESERTO - Atuamente, Dubai é considerada a a cidade mais espetacular do Oriente Médio, Burj Al Arab Hotel, o mais luxuoso do planeta. Saiba porque:
O BURJ AL ARAB – È um hotel que custou 6 milhões de dólares, mas o preço não foi fator de avaliação do projeto. É o único hotel de 7 estrelas do mundo, e o único só com suites. A sua construção levou dois anos e foi necessário mandrilar o fundo do oceano com pilhas de aço e peças de cimento pré moldadas, para minimizar a força das ondas. Tem a altura de 321 metros, com janelas que vão do chão ao teto. Foi concebido por 250 designers/estilistas, 9.000 toneladas de aço, 43.000 m2, 13.000 m2 de mármore de Carrara, 12.000 m2 de granitos brasileiros, 32.000 m2 de mosaicos italianos, 1.500 m2 de folhas de ouro de 24 quilates. No exterior, tem de cima a baixo duas camadas de fibra de vidro, revestidas de teflon que serve para suavizar a luz solar e filtrar a intensidade da luz no interior. Á noite o tecido “scrim” serve de tela de proteção e proporciona um show de luzes exuberantes, que juntamente com a água e o fogo dos repuxos, fazem a decoração do exterior. O Hall de Entrada, é um terço da área de todo o hotel, com várias colunas de 180 metros de altura. Todas elas são forradas a ouro de 24 quilates, tal como as varandas dos primeiros andares que bordejam o referido átrio. O restaurante “Sky View”está 200 metros acima do nível do mar e o preço mínimo da refeição por pessoa é de 250 Euros. Abaixo do nível do mar também tem um restaurante que proporciona uma visão subaquática, com um cenário de uma diversidade própria dos fundos de coral existentes na Polinésia. Tem piscina ao ar livre no 78º andar e um mirante no 124º andar. As diárias variam entre 1.500 e 10.000 dólares. Balsas luxuosas transportam as pessoas. Só os Rolls Royces do hotel podem circular na estrada elevada sobre o oceano, que liga a terra. Helicópteros pousam nos heliportos que estão suspensos na parte superior do edifício. Uma fonte lança jatos de água no átrio cavernoso e repleto de ouro e mármore. Os porteiros dão as boas-vindas com água de rosas, tâmaras e café, enquanto quadros superiores escoltam os clientes até suites de dois andares, servidas por mordomos pessoais, onde discretamente é feito o check-in. É a absoluta opulência de um serviço escandalosamente cortês, que deram a este hotel a reputação de 7 estrelas, havendo uma recepção privada em cada andar e uma brigada de mordomos, altamente treinada, a serviço de cada cliente, 24 horas por dia.
Como cegar a Dubai? O Brasil tornou-se um dos mais de 100 destinos cobertos Pela Emirates Arline, que tem 23 anos de vida, e ao todo, 113 aeronaves. Desde outubro de 2007, seis vôos semanais São Paulo-Dubai são realizados em aviões Boeing-777-200LR. A Emirates apostou na tecnologia para atrair os brasileiros a um vôo tão longo e direto - cerca de 14 horas e 40 minutos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

/* Atualizacao do Google Analytics em 25 de Outubro 2009 */