/* Excluido depois do Upgrade do Google em 25 de Outubro de 2009 Fim da exclusao */

sábado, junho 24, 2017

AR-DIÁRIO: "NA CHINA UMA INCRÌVEL CAVERNA"


                           
 A INCRÍVEL CAVERNA DAS LUZES COLORIDAS
A Reed Flute Cave ou Caverna da Flauta de Bambu está localizada a cinco quilômetros a noroeste da cidade de Guilin, em Guangxi, na China. Seu nome vem de uma floresta de bambus que fica ao lado da caverna e que são usados para confeccionar flautas.
Com mais de 180 milhões de anos, a caverna é revestida de calcário natural com mais de 70 inscrições da época da Dinastia Ming (792 d.C.) em suas paredes. Para os apaixonados por história e aventureiros natos em busca de belezas naturais, a Caverna da Flauta de Bambu deve fazer parte da lista de lugares mágicos a se conhecer.
Dentro dela há um mundo paralelo cunhado pela erosão das águas e do vento ao longo dos tempos que criou centenas de estalactites e estalagmites incrivelmente belas e únicas. Com cerca de 240 metros de comprimento, a caverna possui um belo lago em seu interior. A iluminação artificial colorida promove um espetáculo à parte, realçando ainda mais o visual da gruta.
O local foi aberto ao público em 1962 e desde então, recebe turistas de todos os lugares do mundo. Uma boa dica para quem for conhecer a caverna é procurar no hotel que estiver hospedado por pacotes turísticos com destino ao local, pois há descontos e em alguns casos o traslado é grátis. Já quem tiver que ir por conta própria há duas opções: transporte público ou táxi. O preço do ingresso para entrar na Caverna da Flauta de Bambu é de 90 RMB (R$ 32,84) por pessoa.
Dentro da Reed Flute Cave tudo é bem iluminado e o visitante é livre para tirar fotos em todos os cantos e guardar uma recordação para sempre deste paraíso natural. Por mais que as regras sejam flexíveis, só é permitida a entrada com a presença de um guia que fale chinês. Mesmo o serviço na língua local sendo gratuito, quem não fala mandarim é recomendável que pague por um guia que domine a língua inglesa. Porém, como as placas também estão escritas em inglês é possível compreendê-las. estrategicamente
O mais interessante é que a iluminação artificial e as luzes negras foram  colocadas na gruta para acentuar a beleza natural da caverna e explicitar ainda mais as pinturas de pássaros, animais e plantas moldadas em diferentes formas e cores. Não há dúvidas que é um passeio inesquecível, recheado de belas histórias e muita cultura. A viagem até a China é longa, mas a beleza da caverna fará valer cada quilômetro percorrido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

/* Atualizacao do Google Analytics em 25 de Outubro 2009 */