/* Excluido depois do Upgrade do Google em 25 de Outubro de 2009 Fim da exclusao */

quarta-feira, agosto 16, 2017

AR~-DIÁRIO: "CONHEÇA O NOVO GIGANTE DO AR"

           Maior aeronave do mundo voltou a ser fabricada na Grã-Bretanha
Ela tem 92 metros de extensão, 18 a mais que os maiores aviões comerciais, o Airbus A380 e o Boeing 747-8, e nove a mais que o avião de carga Antonov An-225, até então a aeronave mais comprida já construída.
À primeira vista, é possível confundir a Airlander com um imenso dirigível, por seu balão inflado a gás e a cápsula logo abaixo.
Mas sua forma aerodinâmica única, que parece uma série de charutos colados uns aos outros, permite gerar sustentação como faz a asa de um avião.
Isso é muito importante, porque assim seus projetistas puderam fazer uma máquina mais pesada que o ar, o que elimina a necessidade de uma grande equipe mantê-la no solo por meio de cordas quando ela pousa.
A aeronave pode até mesmo ser aterrissada por controle remoto, sem qualquer pessoa a bordo, em terra ou na água.
A aeronave voltou a ser desenvolvida no Reino Unido depois que os recursos do exército norte-americano para o projeto se esgotaram.
A Airlander custa 60 milhões de libras (o equivalente a R$ 240 milhões).
"Estamos colocando 2 bilhões de libras na pesquisa e desenvolvimento numa nova geração de aviões mais silenciosos, eficientes energeticamente e que têm menor impacto no meio ambiente", diz o secretário de negócios da Grã-Bretanha, Vinci Cable.
"Esse projeto muda as regras do jogo em relação ao que é possível colocar no ar", diz ele. "Essa ideia sempre existiu. Só estávamos esperando a tecnologia chegar ao ponto necessário para concretizá-la."
Maior aeronave do mundo volta a ser fabricada, nos hangares históricos, onde foram fabricados dirigíveis há mais de 100 anos, e foram reativados para fabricação da Airlander.
Não é surpresa que seja necessário estar no maior hangar da Grã-Bretanha para ver a maior aeronave do mundo.
Nos hangares Cardington foram feios os dirigíveis britânicos do início do século 20 - incluindo o R101, de final trágico.
O gigante era duas vezes mais comprido que a Airlander, tinha um belo salão de jantar e era considerado o futuro da aviação, até o momento que foi devorado por um incêndio depois cair na França em 1930, matando 48 das 54 pessoas a bordo.
A tecnologia percorreu um longo caminho desde então. O Airlander é inflado com hélio inerte em vez do inflamável hidrogênio.

"Sobrevoaremos a Amazônia e algumas das maiores cidades do mundo a apenas 20 metros de altura e exibiremos tudo pela internet", diz Dickinson.

segunda-feira, agosto 14, 2017

"Tanta tecnologia, para que?

Avião ultramoderno Su-35S faz primeiros voos na Rússia
Detalhes deste sofisticado avião de combate, realizando os primeiros voos de treino e de adestramento do Su-35S que estão sendo realizados no território de Khabarovsk, Extremo Oriente da Rússia
Os caças ultramodernos foram incorporados na Força Aérea da Rússia no começo deste ano. Doze aeronaves foram entregues ao Vigésimo Terceiro Regimento de Caças, que se baseia no aeródromo de Dzemghi, nas proximidades da cidade Komsomolsk-do-Amur. O Su-35S é um caça multifunção, de alta capacidade de manobra. Este avião tinha sido submetido ao processo de modernização profunda. Nesta aeronave foram utilizadas tecnologias que lhe garantem a superioridade sobre os caças da mesma classe.
Sabemos, que todos os dias, há pelo menos, uma guerra em qualquer parte do mundo. Com o recente ataque  de um míssil contra a um avião da Malasya Airlines, com 295 passageiros a bordo, em decorrência de uma guerra Rússia X Ucrânia. Esse grave atentado, parece ter trazido à tona, dúvidas sobre a paz aparente que tem reinado há algumas décadas entre EUA e Rússia. Esse incidente (um ato covarde) parece ter arranhado a paz e desencadeado o começo das escaramuças, de um embate que o mundo nunca desejou entre as duas mais belicosas nações do mundo. Logo que tomou conhecimento da covardia contra o Boeing-777, o presidente Barack Obama se pronunciou ao tomar conhecimento do vídeo do momento da queda do aparelho abatido por um míssil disparado de uma zona controlada pelos separatistas pró-russos. A verdade é que as duas nações vão se aparelhando com equipamentos bélicos muito sofisticados, como este avião de avançada  tecnologia.

sexta-feira, agosto 11, 2017

AR-DIÁRIO: "CEMITÉRIO DE AVIÕES"

 BASE AÉREA DAVIS-MOUNTAIN (EUA)
CaracterísticasCemitérios de aviões, são locais amplos, quase sempre longe de cidades, com pistas homologadas e em condições operacionais, geralmente em áreas de deserto e com estrutura de manutenção.
Existem vários cemitérios de aviões nos Estados Unidos, como este da foto . Fora deste país, os mais conhecidos são o Aeroporto Internacional de Manas no Quirguistão e o Aeroporto de Teruel em Espanha.
ClientesSeus clientes são os proprietários de aviões, principalmente companhias detentoras de linhas aéreas, oficinas de manutenção e comerciantes de sucatas[.
Destino das aeronavesSão dois os destinos dados às aeronaves que chegam a um cemitério de aviões: a reciclagem ou depósito temporário, que pode incluir a manutenção preventiva dos aparelhos..
A reciclagem consiste no reaproveitamento de peças ou sucata, quando o metal é vendido, geralmente para fundições.
Nos períodos de baixa demanda é comum aeronaves serem depositadas até o aquecimento da mesma.
Como o espaço dos aeroportos é reduzido e o aluguel de hangares elevado, os proprietários dos aviões recorrem aos cemitérios, que oferecem além da vantagem econômica, serviços preventivos e periódicos de manutenção.
LocalizaçãoOs cemitérios de aviões estão instalados em amplas áreas, contando com uma pista de tamanho compatível, geralmente em desertos, pois a baixa umidade favorece a conservação dos aparelhos.
São cobradas taxas de acordo com os serviços dispensados aos aparelhos. Em casos de aeronaves operacionais são feitas limpezas e lubrificações constantes, o que inclui acionamentos periódicos dos motores, para o rápido retorno ao serviço tão logo seja necessário.

quarta-feira, agosto 09, 2017

"Descoberta raridade do Mundo Animal"

                        Cobra com chifres vive no deserto
Esta serpente venenosa se chama CERASTES e habita o norte da África. Sua principal característica são os pares de chifres. Essa cobra pode alcançar cerca de um metro e meio (As fêmeas crescem mais que os machos) e seu método de caça consiste (na maioria das vezes) em se esconder nas areias do deserto deixando somente os chifres para fora, com o intuito de atrair pequenos animais, que ao avistarem os chifres, se aproximam achando que é algum tipo de comida e acabam virando presa fácil.
Aqui a CERASTES (a serpente de chifres) vai se preparando para a caça no ardente deserto Africano, o da Namíbia, esculpindo com seu corpo num artístico zigue-zague nas areias banhadas pelo sol a procura da sobrevivência. Alongando-se por quase dois mil quilômetros na costa sudoeste do continente, a Namíbia é humidecida pela neblina que sustenta uma variedade de criaturas, muitas das quais ainda estão sendo descobertas e 
catalogadas, como a "Ceres
tes" descoberta recentemente.
Como outras serpentes da areia ela rasteja de lado, e por isso, anda muito mais rápido  

terça-feira, agosto 08, 2017

"Contatos não tão imediatos..."

 Alienígenas talvez existam, mas estão muito longe para contato
A Via Láctea talvez seja a casa de 3000 civilizações extraterrestres mas as vastas distâncias fariam o contato extremamente raro, concluiu um novo estudo.
Dados coletados pelo telescópio Kepler da NASA e outros observatórios buscando planetas além do sistema solar indicam que a Terra é uma de 40 bilhões de mundos habitáveis na galáxia, com cerca de um novo planeta com condições favoráveis à vida surgindo a cada ano, disse o astrônomo Michael Garrett, chefe da fundação ASTRON de pesquisas astronômicas, no Congresso Internacional de Astronomia em Toronto.
Parece promissor, até você considerar a simples medida da Via Láctea, cujo diâmetro é maior que 100.000 anos-luz. A luz viaja a cerca de 299 milhões de quilômetros por segundo, mas um sinal leva mais de 4 anos para chegar ao sistema vizinho Alpha Centauro.
“Em média, você esperaria as civilizações estarem separadas por pelo menos 1.000 anos-luz na Via Láctea. É uma longa distância, e para propósitos de comunicação você deve considerar duas vezes a distância da viagem, então estamos falando de civilizações que tem de estar por aí a pelo menos uns milhares de anos para que haja a oportunidade de conversarem uma com a outra,” disse Garrett.
“Não sabemos as escalas de tempo em que civilizações persistem,” ele acrescentou.
O único exemplo disponível – Terra – indica que a vida desenvolve-se logo que as condições estejam certas, mas vida inteligente surgiu comparavelmente tarde.
“É realmente só nos últimos minutos de toda evolução da vida no planeta,” disse Garrett. “Eu não quero ser negativo sobre isso, mas, minha conclusão é que os sinais de vida inteligente são raros na Via Láctea.”
Isso não significa que astrônomos não devem procurar, ele adicionou. Muito pelo contrário, dados os enormes passos tecnológico na radioastronomia e nas técnicas de processamento de dados comparado ao o que era disponível ao SETI há 60 anos.
O SETI também se beneficia de programas irmãos de radioastronomia, como a busca por pela fonte das misteriosas rajadas de rádio.
“A busca por extraterrestres não é fácil, mas é vale a pena. É uma questão muito importante,” disse Garrett. “Todos estão interessados, não só cientistas e entusiastas. Pessoas na rua querem saber o que mais há lá fora.

segunda-feira, agosto 07, 2017

AR-DIÁRIO: "A Torre de Toronto"


A TORRE MAIS CHARMOSA DO MUNDO ! Vista panorâmica desde a torre de Toronto no Canadá
A Torre CN (CN Tower), nome pelo qual a torre é conhecida mundialmente; é a estrutura (não sustentada por cabos e em terra firme)a mais alta do mundo, segundo o Guinness. Sua altura total é de 553 metros e 33 centímetros, sendo que o principal observatório da torre está localizado a aproximadamente 342 metros de altura. A torre possui um segundo observatório, o Sky Pod, localizado a 447 metros de altura, o mais alto do mundo. A Torre CN é considerada uma das Sete maravilhas do Mundo Moderno pela Sociedade Americana de Engenheiros Civis. Até 1995, CN era a abreviação de Canadian National (nome proveniente da Canadian National Railway, construtora e proprietária da torre até 1995). Após a inauguração da Torre CN, a Canadian National Railway logo viu que a Torre CN era muito mais lucrativa como uma atração turística do que uma torre de transmissão. Com cerca de um milhão de turistas subindo a torre anualmente, desde que foi construída, a Torre CN nunca operou no vermelho. Seus custos de construção foram pagos em apenas 15 anos. Em 1995, quando a Canadian National Railway foi privatizada, a nova administração da companhia decidiu se desfazer de qualquer propriedade que não estivesse relacionada com o setor ferroviário. Com isto, a posse da Torre CN foi transferida para a Canada Lands Company, uma companhia do governo canadense. A torre já era popularmente conhecida como CN Tower, mas o governo, mudou o nome da torre para Canada's Tower. Outra curiosidade da Torre CN é que a escada que vai desde o térreo até o principal observatório - possui 1.776 degraus, e é a escada mais longa do mundo. Projetada principalmente para casos de emergências, anualmente a escada é utilizada duas vezes para "escaladas de caridade" - abertas a quaisquer pessoas que queiram participar e ajudar a comunidade. A média do tempo que um escalador leva para subir todos os 1 .776 degraus é de 30 minutos, sendo que o recorde é de 7 minutos e 52 segundos. A Torre CN é atualmente  é  segunda estrutura mais alta do mundo, depois da construção do Burj Dubai, em Dubai, Emirados Árabes Unidos.

Acesse também, o link a Revista-AR. Além das epopeias da Esquadrilha da Fumaça, você já pode acompanhar uma exclusividade da Revista: "Todo o processo de lançamento de uma nave ao espaço", através de 25 fotos.

sexta-feira, agosto 04, 2017

AR-DIÀRIO-"UM GRANDE SHOW AÉREO"

 CORAGEM + TECNOLOGIA = BELO ESPETÁCULO!
 No feriado de hoje, este blog especial, o qual mostra a mais recente demonstração de no último domingo (31) deste que é um dos mais belos esquadrões aéreos do mundo, o "Frecce Tricolore" da Itália que faz jus a homenagem pelas suas demonstrações aéreas, com maior número de aeronaves, sempre  espargindo na sua fumaça as cores da bandeira italiana.
 A Frecce Tricolori, esquadrão também conhecido como "As três setas coloridas" voa com o maior número de aeronaves do mundo: São dez Aermacchi MB339A. As demonstrações com dez aeronaves, começaram em 1961, na cidade de Rivolta na própria Italia. Nove aviões voaram em formação e um em voo solo.
 
Em 1930 já havia na Itália uma equipe que incluía nas suas
 apresentações uns tais de disparar para baixo de um zangão pilotless! A equipe Frecce Tricolori já voou ao longo de sua sua história em vários tipos de aviões: o F-84, o Fiat G-91, e atualmente, num aparelho que teve uma tecnologia especial do fabricante: o Aermacchi MB-339A. Esse avião têm os tanques do wingtip suprimidos para evitar o "stress" das asas
/* Atualizacao do Google Analytics em 25 de Outubro 2009 */