/* Excluido depois do Upgrade do Google em 25 de Outubro de 2009 Fim da exclusao */

quinta-feira, maio 31, 2007

BLOGTUR

BONITO: UM SANTUÁRIO ECOLÓGICO!
Gruta do Lago Azul
As águas sempre cristalinas fizeram dessa cidade do Mato Grosso do Sul um destino procurado tanto por quem busca aventura quanto pelos que querem tranquilidade. A principal atração é o mergulho, tendo peixes como companhia permanente. Ao sul do Pantanal, a região do município de Bonito concentra um complexo de belezas naturais. São grutas, cavernas, aquários naturais, riachos de águas transparentes, cachoeiras e lagoas que fizeram do local um paraíso para mergulhadores. O município fica a 248 km de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul (Brasil).Rio da Prata
O solo ali é rico em calcário, motivo tanto para a quantidade de grutas e cavernas como para a transparência das águas. Entre os paraísos subterrâneos, destaca-se a Gruta do Lago Azul. Este passeio exige que o turista desça cerca de 100 m dentro de uma caverna para então se deparar com um lago subterrâneo de cerca de 90 m de profundidade. O rio Sucuri, a 18 quilômetros.Águas cristalinas, facilitam a visualização de cardumes - Além destes cursos de água, os rios Mimoso e Aquidabã são outros destaques dos roteiros ecoturísticos. Este último é marcado por nove cachoeiras, entre elas a mais alta da região, com 120 m, de onde se tem uma boa visão da Serra da Bodoquena, de trechos do Pantanal e da reserva indígena dos cadivéus. Além de cachoeiras, o Mimoso exibe uma gruta com um lago subterrâneo de cerca de 300 m de extensão. km da cidade, apresenta nascente de águas transparentes lotada de cardumes e própria para o mergulho.
Como chegar -
Via Terrestre:
*Para quem vem de Campo Grande em um percurso de 290km de distancia até Bonito, passando pela BR 060 por Sidrolândia, Nioaque, Guia Lopes da Laguna e Bonito.
Outras opções :
*Para quem chega de avião até Campo Grande, é melhor reservar o traslado ou locação de carro.

terça-feira, maio 29, 2007

ASTRONOMIA (Imagens inéditas de Marte)

IMAGENS INÉDITAS DE MARTEA Agência Espacial Européia divulgou recentemente, imagens do planeta Marte capturadas pela Câmera Estéreo de Alta Resolução da sonda Mars Express. Uma das áreas fotografadas apresenta uma depressão de aproximadamente 2.000m. de profundidade e 110 km de diâmetro. As imagens também mostram vales de cerca de 800 a 1.200m. Os cientistas acreditam que esses relevos tenham surgido em função do fluxo intenso de gelo derretido. As cenas flagradas pela câmera indicam diferentes estágios de degradação das áreas montanhosas da superfície de Marte. Assim como na Terra, paisagens são sempre indicativos do clima. Resta saber se ainda há restos de gelo escondidos nos poros do relevo marciano. Por sua vez a Nasa também anunciou outra forte evidência do passado úmido de Marte. Uma amostra do solo analisada pelo robô Spirit mostrou grandes quantidades de silício. Segundo os cientistas, tamanha concentração do elemento requer a presença de água. O equipamento finalizou sua missão principal em abril de 2004, mas continua funcionando, assim como sua "gêmea", a Opportunity. Várias amostras foram analisadas anteriormente, mas esta foi a primeira vez que os cientistas encontraram sinais desse elemento químico.
(Material enviado pelo nosso colaborador Bruno Júnior-EUA)

segunda-feira, maio 28, 2007

JERUSALÉM, MECA DAS RELIGIÕES

JERUSALÉM, ACOLHE CRISTIANISMO, JUDAÍSMO e ISLAMISMO
(Fotos: 1 Cúpula da Rocha; 2- Basílica do Santo Sepulcro e 3- Muro da Lamentações, locais emblemáticos de Jerusalém)
Em hebraico o nome é Jerusalém; em árabe: al-Quds; em grego: Ierossólyma, historicamente também chamada de "Sião" e "cidade de Davi", é uma antiga cidade do Médio Oriente, com grande importância para religiões como o judaísmo, o cristianismo e o islã. Jerusalém serve como a capital de Israel; a Autoridade Palestina reivindica a soberania da parte oriental da cidade, onde pretende estabelecer a capital de um futuro estado independente palestiniano. Os naturais de Jerusalém são chamados de jerosolimitanos, jerosolimitas, hierosolimitanos ou ainda hierosolimitas (que quer dizer idade em grego).
A chamada "Cidade Antiga" é uma área em forma rectangular rodeada por uma muralha mandada construir em 1538 ou 1542, pelo sultão otomano Solimão, O Magnifíco. Oito portões permitem o acesso à Cidade Antiga. Ela é o centro histórico de Jerusalém e nela se concentram os principais locais sagrados. Está dividida em quatro partes: a judaica, a cristã, a arménia e a muçulmana. A Cidade Antiga e as suas muralhas foram nomeadas pela UNESCO Património Mundial da Humanidade em 1981.
O bairro cristão ocupa a parte noroeste da Cidade Antiga e o seu monumento principal é Basílica do Santo Sepulcro (foto acima). Inclui o Portão Novo, partilhando o Portão de Jafa com o bairo armênio (que se encontra no sudoeste) e o Portão de Damasco com o bairro muçulmano. Nesta área passa também a Via Dolorosa, o caminho que se julga ter sido percorrido por Jesus com a cruz antes de ser crucificado. O bairro muçulmano situa-se a nordeste e inclui o Portão de Herodes, o Portão dos Leões (ou Portão de São Estevão) e o Portão Dourado. Nele se situa o Haram ash-Sherif (conhecido como "Monte do Templo" pelos judeus), um santuário no Monte Moriá, onde estão duas mesquitas: a Cúpula da Rocha (ou Mesquita de Omar) e Mesquita de Al-Aqsa.
O bairro judeu, a sudeste, inclui a Portão dos Detritos e o Portão de Sion, a sul do qual se situa o Monte Sion e o Túmulo do rei David. Jerusalém tem uma grande importância simbólica nas três
religiões abraâmicas, nelnela se situando locais que são sagrados para estas tradições religiosas.
Muro das Lamentações
No
judaísmo, dois dos seus principais festivais, o Yom Kippur e o Pessach, terminam como a recitação e canto da frase: "No próximo ano em Jerusalém!". No calendário judaico Tishá b’Av (nono dia do mês de Av), relembra a destruição do primeiro e segundo templos de Jerusalém através da prática de um jejum. Durante este dia na cidade, centenas de pessoas dirigem-se ao Muro das Lamentações, onde rezam e choram.
Para o Cristianismo
, Jerusalém é o local onde Jesus Cristo viveu os seus últimos dias e onde foi crucificado. A primeira comunidade cristã nasceu em Jerusalém, sendo constituída pelos apóstolos.
No Islamismo, Jerusalém é a terceira cidade mais sagrada do mundo, após
Meca e Medina. Este estatuto relaciona-se com a sua associação aos profetas do monoteísmo, mas sobretudo pela tradição muçulmana afirmar que Muhammad foi para ali levado numa viagem nocturna conhecida como Isra, tendo depois ascendido ao céu no local onde hoje está a Cúpula da Rocha.

quinta-feira, maio 24, 2007

"AR" - Faltam empregos para os jovens -

BRASIL URGENTE:
JOVENS SEM TRABALHO E ESTUDO

Cada vez mais jovens entre 15 e 24 anos estão em busca de emprego no País, com baixa qualificação. A constatação é do estudo "Situação do jovem no mercado de trabalho no Brasil: um balanço dos últimos 10 anos". O levantamento leva em consideração dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) entre os anos de 1995 e 2006.
Uma das principais conclusões da pesquisa é alarmante: de cada 2,5 milhões de pessoas que a cada ano ingressam no mercado de trabalho, a economia precisaria crescer de 5% a 6% para cobrir a demanda de empregos. No entanto, o crescimento está abaixo dos 3%. Por outo lado, de cada 100 jovens que ingressaram no mercado de trabalho, nos últimos 10 anos, sómente 45 se mantiveram empregados.
O aumento da quantidade de jovens desempregados cresceu muito mais que em relação às demais faixas etárias, de acordo com o estudo. Em 2006, por exemplo, a quantidade de jovens desempregados era quase 107% superior a de 1995, enquanto o desemprego para a população economicamente ativa restante do país foi de 90,5% superior nos últimos 10 anos.
(Desânimo: Jovens em busca de emprego em São Paulo, onde a taxa de desocupados é de 29,8%.)
A situação é ainda mais dramática em relação às mulheres desempregadas. Nos últimos dez anos, a taxa nacional de desemprego passou de 14,1% para 25%, ou seja, houve um aumento de 77,4% no período. Já a taxa nacional de desemprego masculino passou de 9,7% para 15,3% - um crescimento de 57,5%. Naquele período, jovens entre 15 e 24 anos representavam 19% do total de 35,1% da população brasileira. Nessa faixa etária, 53,2% estão fora das salas de aulas, a maioria homems (53,6%). Embora em países emergentes como o Brasil o problema é desanimador. Hoje, o desemprego é um problema que afeta os próprios países considerados do primeiro mundo. Segundo revelação do cruzamento de duas pesquisas realizadas pela Organização dos Estados Ibero-americanos para a educação, a ciência e a Cultura (OEI) voltadas para jovens entre 15 e 24 anos, a violência que está se verificando, está associada a falta de trabalho e de escola, com essas lacunas os jovens tornam-se alvos fáceis da violência.

quarta-feira, maio 23, 2007

"BLOG-REPÓRTER", VIAJA PELO CHILE

ATACAMA O DESERTO MAIS ÁRIDO DO MUNDO!(Entre as suas inúmeras atrações, o Atacama oferece um lugar exótico e imperdível: o Vale da Lua)
Se você é daqueles que acha desertos monotonos, é melhor mudar de idéia -principalmente se o destino for o Atacama, no norte do Chile, o mais árido do mundo. Partindo da "riponga" San Pedro de Atacama, vilarejo com cerca de 3.000 habitantes, há passeios para toda a região, considerada a capital arqueológica chilena. Com céu azul o ano inteiro, chuvas raríssimas e uma imensidão de constelações à noite, tudo ali colabora para uma grande viagem. As temperaturas são contrastantes, calor de 28oC durante o dia e frio de 12oC à noite. Duas coisas são indispensáveis: leve sempre muita água e, fundamental, não saia para nenhum lugar sem guia. Não há placas de indicação no deserto. Comece por um verdadeiro oásis. No deserto, eles são responsáveis pelas condições de vida; formam as pequenas cidades e os vilarejos e dão sustentação agrícola e econômica aos nativos. Um desses povoados é o primitivo Caspana, a 3.260 m de altitude, com cerca de 400 habitantes descendentes da população indígena aymara. Aclimatado, no fim da tarde, refresque os olhos conhecendo o "salar" de Atacama. Quando o Sol está em declínio sobre os vulcões, a imagem forma um quadro de diferentes cores em questões de minutos. O deserto, de 90 km de extensão por 30 km de largura, forma uma gigantesca reserva de sal e lítio a 38 km de San Pedro de Atacama. É indispensável no roteiro. À primeira vista, o "salar" lembra o fundo seco de um oceano ou de uma imensa lagoa salgada, com crostas de sal que chegam a medir até 20 centímetros de altura. Mas, conforme o turista entra no Soncor (o parque nacional dos flamingos), com sua estradinha feita com pedras de sal, percebe a riqueza e a beleza do lugar. Há quatro grandes lagoas, as chamadas "chaxas", no centro do parque nacional, habitadas por ariscos flamingos cor-de-rosa e por outras pequenas aves. Outra dica: não volte de lá sem dar uma espiada nos gêiseres, "explosão" em fontes de água quente, de origem vulcânica e cheiro de enxofre, com erupções periódicas. A temperatura da água expelida por essas fontes chega a 800C. A aventura requer energia. O mais indicado é acordar cedo e chegar aos gêiseres entre as 7h e as 8h, para aproveitar o melhor cenário. Tem de ir muito bem agasalhado porque lá faz frio, cerca de 30C. Mas é paisagem de esquentar a alma.

terça-feira, maio 22, 2007

ARQUIVOS DE UM REPÓRTER

Conheça os quatro AVIÕES que abalaram o MUNDO!





Fotos: 1- Um rosto gigante formado pela fumaça das Torres Gemeas que ardiam; 2- A foto de satélite mostra as torres á ardendo e tranformando a vida de Manhattan em Nova York. (Todas as fotos desta matéria foram enviadas pelo nosso colaborador nos EUA, Bruno Júnior.)
Este foi o 1º AVIÃO: Um 767 da American Airlines- pref. N334AA.Às 08h, decolou do aeroporto de Logan, em Boston, o 767-da American, cumprindo o vôo com destino a Los Angeles. Nele viajavam 81 passageiros
e 11 tripulantes. As 8:45 da manhã, a ordem mundial começou a ser abalada quando o 767-200 da American, de prefixo N334AA - (foto) entrou em alta velocidade na face norte da torre norte do World Trade Center, colidindo com o edifício na altura do 96º andar. O impacto da aeronave, com seus tanques carregados de combustível para mais de 7 horas de vôo, provocou uma explosão que rapidamente transformou os últimos andares do edifício numa fornalha. A torre desabou às 9h59, 1h14,minutos depois de atingida. Foi o primeiro de quatro aviões sequestrados no mais trágico dia da aviação
O 2º AVIÃO: Foi este 767 da Unided Airlines, prefixo N612UA >
O mundo todo, chocado, assistia as chamas devorando a Torre Norte, atingida pelo 767 da American. As câmeras de TV registraram então um segundo jato aproximando-se velozmente. Com o olhar fixo nas duas torres, foi com horror que a população viu, as 9h03, outro avião se aproximar, desta vez vindo pela parte sul da ilha de Manhattan, em alta velocidade. Era o vôo 175 da United, operado naquela manhã pelo 767-200 de prefixo N612UA - (foto), comandado por Victor Sarracini. O Boeing, que decolara de Boston as 08h14, fora sequestrado. Com a tripulação dominada, o 767 bateu próximo ao 65º andar. O impacto se deu com seu nariz e a asa esquerda mais baixa, num ângulo de aproximadamente 70º. A TV mostrou claramente o 767 sendo engolido pela estrutura do arranha-céu, e menos de um segundo após, a gigantesca explosão tomando conta da torre. Atônitos, transeuntes, policiais e bombeiros começam a se dividir nos trabalhos de salvamento. A exemplo da primeira torre, a estrutura cedeu à agressão sofrida: a Torre Sul
desabou as 9h50.
O 3º AVIÃO: Foi este 757 da American Airlines, prefixo N644AA. O mundo havia parado para assistir o drama das duas torres atingidas, mas o dia estava longe de terminar. Às 9h45, a tragédia estendeu-se ao coração da máquina de guerra americana, quando o 757 da American Airlines, de prefixo N644AA - (foto), mergulhando a 45º, caiu sobre a face oeste do Pentágono. O vôo 77 da American Airlines, com destino a Los Angeles, havia partido às 08h21 do aeroporto de Washington/Dulles.
O 4º AVIÃO: Foi este 757 da United Airlines, prefixo N591UA. Este vôo da United Airlines prefixo N591 (foto), decolou de Newark as 08h42 com destino a San Francisco, com apenas 38 passageiros e sete tripulantes, o Boeing foi o último a ser sequestrado, quando já havia passado no través de Akron, Ohio. Os cinco terroristas a bordo dominaram os tripulantes e direcionaram o 757 para a capital, Washington. Alguns passageiros, através de seus celulares, entraram em contato com seus familiares e foram informados dos outros sequestros e desastres. Um grupo, reunido na cauda do avião, resolveu insurgir-se e lutar contra os seqüestradores. A luta corporal chegou até a cabine, e não se sabe se um dos seqüestradores perdeu o controle ou se deliberadamente atirou o Boeing ao solo. O fato é que o 757 caiu as 10h00 numa região rural próxima a Pittsburgh, matando todos os seus ocupantes instantaneamente.

sábado, maio 19, 2007

"AR - FIM DE SEMANA "- (Sábado e domingo)

MAIS FOTOS DA ESTRADA MAIS PERIGOSA DO MUNDO!















.As estradas que ligam os cumes andinos ao trópico no norte de La Paz (Bolívia), como se observa, são lavradas na rocha, estreitas e sinuosas com centenas de curvas fechadas e cotovelos à beira de precipícios. Muitos a chamam, e com razão de "estradas da morte" e as consideram as mais perigosas do mundo. A descida percorre aproximadamente 4 km de desnível, é feita pela esquerda da estrada para que os caminhões carregados de frutas ou madeira subam junto à rocha ficando mais afastados dos precipícios. Em certos trechos, o motorista tem de retroceder até encontrar espaço suficiente para dar espaço a um veículo que vem em sentido contrário. Nos locais altos, é comum a visibilidade ser prejudicada pela densa neblina, que não pemite enxergar além de um metro. Apelidadas de "estradas da morte" são rejeitadas e causam preocupação e irritação nos milhares de habitantes de Los Yungas, norte e sul, ou mais ao norte, em Caranavi, Tipuani, Palos Blancos, contrastando com paisagens paradisíacas.





quinta-feira, maio 17, 2007

BLOGTUR - TURISMO ESPACIAL-

Empresários sonham com lucros do turismo espacialO turismo espacial é o sonho de um número crescente de empresários nos Estados Unidos. Muitos já se lançaram na aventura de tentar ficar com uma parte deste mercado em potencial, avaliado em bilhões de dólares. "O turismo espacial representará uma proporção substancial da indústria das viagens e do turismo nos próximos 20 a 25 anos", disse, confiante, Eric Anderson, presidente da Space Adventures. A Space Adventures vende com exclusividade lugares nas cápsulas Soyuz, da agência espacial russa, a bordo das quais, por US$ 20 milhões, e depois de um treinamento rigoroso, um civil pode visitar a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) durante 10 dias. Em 2001, o milionário americano Dennis Tito se tornou o primeiro turista espacial da história ao viajar para a ISS. Seguiram-no outros dois aventureiros: um australiano e outro americano. O japonês Daisuke Enomoto foi o quarto a fazer a viagem, em outubro de 2006. A Space Adventures acaba de assinar um quinto contrato e negocia com vários outros clientes, informou Eric Anderson em entrevista. A empresa também abrirá um "spaceport" (porto espacial) nos Emirados Árabes Unidos, onde oferecerá em dois anos vôos suborbitais de cinco a dez minutos ao custo de US$ 20 mil. Para isto, usará um tipo de avião espacial para cinco passageiros, além do piloto, no qual uma empresa russa trabalha atualmente, explicou Anderson. O veículo será lançado de um avião, que o levará a 18.000 metros de altitude. Depois de ser lançada, a nave voará quase verticalmente, atingindo os 100 km na fronteira do espaço, sobre a superfície terrestre, permitindo aos passageiros experimentar durante 5 e 10 minutos os efeitos da falta de gravidade e ver a escuridão sideral antes de voltar a descer, aterrissando como um avião comum. "Estes 'spaceports' permitirão que de 5.000 a 10.000 pessoas viagem ao espaço por ano", previu o fundador da Space Adventures. Atualmente existem no mundo 800 multimilionários e aproximadamente 20 milhões de pessoas com fortunas na casa dos milhões de dólares, disse Anderson. "Uma fração deste grupo já representa um bom mercado", destacou. O turismo espacial recebeu um forte estímulo em 2004, com o sucesso do Space Ship One (foto)> o primeiro veículo desenvolvido e financiado pelo setor privado para realizar um vôo suborbital. O aparelho, dotado de um motor de foguete híbrido, também foi levado debaixo da asa de um avião a aproximadamente 13.000 metros de altitude antes de ser lançado sozinho. Seu projetista, o engenheiro Burt Rutan, trabalha agora com a empresa de turismo espacial Virgin Galactic em uma segunda versão desta nave, o Space Ship Two, capaz de transportar em vôo suborbital seis passageiros, além de dois pilotos, ao mesmo tempo. A Virgin Galactic foi criada pelo multimilionário britânico sir Richard Branson, que investiu US$ 100 milhões para desenvolver uma frota de unidades suborbitais. O primeiro protótipo do Space Ship Two voará no fim deste ano e a Virgin Galactic pensa levar seus primeiros clientes por US$ 200 mil dólares cada, no fim de 2008 ou início de 2009, do "spaceport", que poderá ser construído no Novo México (sudoeste dos Estados Unidos). A Rocketplane Kistler, dirigida e em grande parte financiada pelo empresário George French, espera oferecer vôos suborbitais a partir do fim deste ano em seu avião-foguete Rocketplane XP, com capacidade para transportar três passageiros. Por último, a Planet Space, firma financiada pelo empresário americano Chirinjeev Kathuria, está construindo um foguete com três lugares, que poderá levar turistas a uma órbita baixa a partir de 2008. O secretário americano dos Transportes, Norman Mineta, elogiou estas novas iniciativas, e em fevereiro último, prometeu aos empresários que concederia rapidamente certificados de navegabilidade, provando sua capacidade de garantir segurança durante o vôo.

quarta-feira, maio 16, 2007

BLOG-REPÓRTER - "Pelos caminhos da aventura"

BRASILEIROS QUE ESCALARAM O ACONCÁGUAGrupo brasileiro de alpinistas dribla o frio para escalar a maior montanha das Américas
Temperaturas de 30ºC negativos, nevascas, ventos tão fortes que chegaram a derrubar um homem com mochila e equipamento de escalada nas costas, num total de quase 80 quilos. Ingredientes perfeitos para qualquer ser humano em sã consciência ficar dentro de casa. E justamente o que sonhavam os alpinistas paulistas Vitor Negrete, 36 anos, e Rodrigo Raineri, 35, quando decidiram escalar durante o inverno o Monte Aconcágua, na Argentina, a maior montanha das Américas, com quase sete mil metros de altura.
Resultado: eles se tornaram os primeiros brasileiros a alcançar o cume da montanha no mais desfavorável período do ano:agosto. Não há registros oficiais, mas calcula-se que apenas duas dezenas de pessoas no mundo tenham realizado tal proeza. O número pequeno de tentativas se explica pelas condições de tempo. A subida é feita pela face noroeste da montanha, a mais usual e que possui pouca dificuldade técnica. Difícil foi vencer o frio. À noite, o termômetro ficava abaixo dos 25ºC negativos e as rajadas de vento provocam a sensação térmica de pelo menos dez graus a menos.
Vencer o sentinela de pedra branca, como é chamada a montanha localizada na província de Mendoza, é uma dupla aventura. Primeiro porque ele está entre os destinos preferidos dos alpinistas em razão de seu relevo. Depois, porque o Aconcágua é um dos Sete Picos do Mundo, o conjunto de montanhas formado pelos pontos mais altos em cada um dos continentes, segundo classificação do americano Dick Bass, no livro Sete Picos.
Conquista: cada integrante da equipe carregou nas costas 15 quilos, entre equipamentos, comida e roupas de pena de ganso para enfrentar o gelo.
Além das nevascas, que atrapalham a visão e dificultam o deslocamento do grupo, a montanha fica praticamente coberta de uma espessa camada de gelo. Por isso, os cuidados para caminhar por ela são redobrados. Um vacilo e uma escorregada podem ser fatais. Não há como brecar no gelo. Além disso, em caso de acidente, o resgate se torna praticamente impos-sível, pois não há helicópteros que re
sistam à força dos ventos.
Para o engenheiro de computação Rodrigo Raineri, proprietário de uma agência de turismo de aventura, a conquista teve sabor duplo de vitória. “Já subi ao cume do Aconcágua quatro vezes e nunca consegui enxergá-lo por causa do mau tempo. Dessa vez, o céu estava claro e com sol. Foi uma bênção, chorei uma hora sem parar”, confessa. A façanha foi repetida no dia seguinte pelos outros três integrantes da equipe que chegaram ao final da expedição: Antonio Carlos Soares, 30 anos, Roman Romancini, 29, e o argentino Horacio Cunietti, 38. Para o segundo grupo, a experiência foi mais tensa porque o tempo voltou a ficar instável. Com o aumento dos ventos, eles foram obrigados a caminhar quase agachados em alguns trechos da subida. “Se o clima melhorasse, mas, o tempo ruim era o cenário esperado”, diz Soares.
A expedição, durou 17 dias, e a equipe enfrentou muitas dificuldades. Alguns momentos foram marcantes, como caminhar por duas horas sobre um rio congelado dentro de um vale, ou enfrentar ventos de mais de 80 km/h, que faziam surgir ondas de areia e pedras com quatro metros de altura. “Parecia cena de filme. Quando a onda chegava perto, éramos obrigados a virar de costas, agachar e esperar ela passar”, conclui Soares.

terça-feira, maio 15, 2007

CURIOSIDADES (Coliseu longe de Roma...)

VOCÊ JÁ IMAGINOU O COLISEU LONGE DE ROMA?
Você já imaginou o histórico Coliseu deixar a cidade de Roma e ir se fixar na Tunísia? - (no mapa abaixo o país Asiático está abaixo da Itália, mais para o lado esquerdo).
Sendo impossível, haveria ainda uma outra razão preponderante. O Coliseu de Roma continua sendo a maior atração turística da "Cidade eterna". O Coliseu (foto), que deve seu nome à expressão do latim Coliseum, devido ao colosso de Nero, que ficava perto da edificação que foi iniciada pelo Imperador Vespasiano, no ano 70 da nossa era e finalizado pelo seu filho Domiciano em 80. O anfiteatro tinha capacidade para acolher 45 mil espectadores, que disputavam o melhor lugar para assistir ao massacre praticado contra os Cristãos, por feras famintas, e sanguinários gladiadores.
Este mapa mostra a Itália separada da Tunísia pelo mar Mediterrâneo. Chega a ser surpreendente, descobrirque na Tunísia existe uma raridade chamada "Anfiteatro Coliseu" (foto abaixo)
"Quando estavamos preparando algumas matérias para novos blogs, encontramos nas nossas pesquisas, em nossos próprios arquivos e em outras nos livros de história, esta grande surpresa: Um Coliseu tão longe de Roma. É fantástico vê-lo imponente, conservado, mas escondido dos olhos do mundo, em El JEM, nos meandros da Tunísia. Não se trata do Coliseu italiano, claro, mas de seu um clone. Um anfiteatro romano perdido no deserto! Falam em globalização. Ora, a Tunísia já era assim, globalizada, mestiça, tecida no tear, bem antes de Maomé ter nascido".
As impressionantes ruínas do maior coliseu do Norte de África, o maior do mundo depois do de Roma, encontram-se na pequena aldeia de El Jem (ou Thysdrus, em língua púnica), a cerca de 200 km a sudeste de Túnis. O enorme anfiteatro construído no século III, podia acomodar 35 mil espectadores, ilustra a grandeza da Roma Imperial e foi inscrito pela UNESCO, em 1979, na lista dos locais ou monumentos que são Património da Humanidade.

sábado, maio 12, 2007

FIM DE SEMANA - "BLOG-REPÓRTER" - (s/d)

VALLE NEVADO
No coração da região dos Andes, bem perto de Santiago, esta a maior estação de esqui da América do Sul e provavelmente o mais moderno do Chile. Valle Nevado está 3.205 metros sobre o nível do mar e tem 9.000 hectares de superfície esquiável, distribuídas em 31 kilometros de pistas.Aberto durante o ano todo, este resort de montanha foi inaugurado em 1988 e forma com as estações El Colorado e La Parva, a região conhecida como "os três vales dos Andes" com 10.700 hectares de terreno esquiável e 107 kilometros de pistas. Neve em pó, 34 pistas e pendentes preparadas com um desnível que alcança os 810 metros e terminam nos maravilhosos prados andinos e áreas fora de pista com excelente neve virgem. Vale Nevado é um lugar ideal para esquiar e praticar snowboard, heli-ski ou ainda fora de pista realizar atividades como asa delta e safáris de esqui. Para os snowboarder s, o snowboard park de Valle Nevado, de 100 metros de longitude e 50 de largura, oferece pistas especiais: Half Pipe e Border Cross , e estão junto ao teleférico La Escondida. Desde do ano 2003, Valle Nevado e a sede da Copa do Mundo FIS de Snowboard, única estação esportiva escolhida na América do Sul. "El Dorado" dos esportes de inverno, assim o chamam a Valle Nevado, está apoiado na infra-estrutura hoteleira e gastronômica. Qualidade, um ótimo serviço e a hospitalidade chilena distinguem seus hotéis e restaurantes, também promete junto ao fitness center os melhores espetáculos organizados para férias de inverno inesquecíveis.
Como chegar: a somente 46 kilometros de Santiago, pela estrada asfaltada de Farallones que percorre 32 kilometros até o desvio para Valle Nevado. Desde deste ponto são 14 kilometros para chegar a estação. Durante o inverno o transito de 08h à 14h é exclusivamente de subida, e de 14h até as 20h é só para a descida. O uso de correntes nos pneus e obrigatório nos caminhos montanhosos.
Estamos no Valle Nevado, que está sendo preparado para receber turistas de vários países do mundo, especialmente do Brasil, que aqui chegarão com o inverno que está se avizinhando, e que mudará em muito o cenário desta foto: Totalmente branco e repleto de esquiadores.
Hoje, estamos retornando ao Brasil. Nos próximos dias estaremos ncluindo no blog matérias sensacionais que aqui realizamos ao longo destes 15 dias que passamos no Chile.

sexta-feira, maio 11, 2007

ESPORTES RADICAIS (Planador)

DELÍCIAS DE UM VÔO À VELAO Planador é uma aeronave sem motor, mais densa do que o ar e com uma configuração aerodinâmica semelhante à de um avião, que se mantém voando graças às correntes atmosféricas.
Um planador decola com auxílio de um avião rebocador que o deixa em uma altura adequada para vôo. O reboque é feito através de um cabo de comprimento entre 50 e 60 metros que conecta as aeronaves. Uma forma alternativa de reboque é a utilização de um guincho motorizado instalado na extremidade oposta da pista de decolagem que rapidamente recolhe o cabo de reboque, imprimindo velocidade ao planador. Mais modernamente têm sido utilizados planadores dotados de um motor para a decolagem e para evitar pouso fora de pistas. Após a decolagem e o início da subida em térmica ou colina, o motor é desligado e escamoteado num compartimento próprio de forma que a aerodinâmica do desenho original seja mantida. Nos planadores de alto desempenho existe um reservatório de água que funciona como
lastro utilizado para aumentar sua massa e melhorar a penetrabilidade da aeronave. Este lastro é alijado antes do pouso.
Embora existam muitas modalidades de vôo a vela, como é conhecido o vôo de planador, a mais comum é a que utiliza as correntes ascendentes (térmicas) para incrementar sua altitude. Outras opções de vôo são os conhecidos vôos de colina, em que o piloto utiliza o vento que vai de encontro a uma colina, subindo e elevando o planador junto com essa corrente ascendente de ar, também conhecido por vôo de ladeira. Esse vôo é sempre realizado a barlavento da colina, pois no outro lado, onde não bate o vento a corrente de ar fica descendente, podendo ocasionar um grave acidente.
Existem também modalidades de termolina, onde se misturam as térmicas geradas por bolsas de ar quente misturadas a modalidade de colina, e ainda existem os vôos de ondas estacionárias, em que se alcançam altitudes muito mais elevadas.
O Blog informa onde você pode fazer um curso: O Aeroclube Politécnico de Planadores - Jundiaí é o mais antigo clube do País (fundado em 1934) e é o clube do Campeão Brasileiro de 2005, com Alberto Kunath, que já conquistou outros campeonatos brasileiros e foi o terceiro do Mundo de 2002, no Mundial da África do Sul. Os Aeroclubes de Bauru e de São José dos Campos também têm apresentado excelentes pilotos e produzido campeões ao longo dos últimos 50 anos. Outros clubes importantes são: Balsa Nova, PR; Planalto Central em Formosa,GO; Palmeira das Missões, RS; Rio Claro, SP, clube do atual Campeão Brasileiro (2006), Claudio Schmidt; Tatuí, SP; Academia da Força Aérea em Pirassununga, SP; Aeroclube Mineiro de Planadores em Pará de Minas, MG; Juiz de Fora, MG, Rio Negrinho, SC, entre outros. Em Portugal é no Sul que se voa com mais regularidade, mais precisamente em Évora.

quinta-feira, maio 10, 2007

MUNDO ANIMAL

Descobertas 50 novas espécies de animais marinhos
Os mares em volta das ilhas indonésias continuam a ser uma caixinha de surpresas, pois de cada vez que uma expedição cientifica mergulha nas cálidas águas daquela região, encontra novos e magníficos animais. Desta vez, a sorte saiu à Conservation International que, em redor da Papua Ocidental, e de uma assentada, descobriu mais de cinquenta novas espécies de seres marinhos, nomeadamente 24 novas espécies de peixes, 20 novas de corais e 8 de camarões. E tudo isso em apenas seis semanas.

























Pensa-se que todas estas espécies serão endémicas desta região. Um dos animais encontrados e que mais atenção chamou aos investigadores foi um tubarão que aproveita as barbatanas peitorais para se deslocar pelo fundo do mar, como se fossem patas. Os mares continuam a ser os ambientes mais desconhecidos para o homem e aqueles que mais surpresas parecem ter para nos surpreender. Já este ano, tinham sido descobertas novas e importantes espécies no Oceano Atlântico e no Mar das Caraíbas. Com tanto que desconhecemos e que os oceanos ainda têm para nos dar, será muito importante que estes santuários sejam protegidos da pesca desregrada que, além de destruir o fundo dos mares, condiciona a curto prazo o futuro dos próprios pescadores.

segunda-feira, maio 07, 2007

ASTRONOMIA (Monoceros)

ESTÁ NASCENDO UMA ESTRELA
A Nasa acaba de divulgar esta imagem em infravermelho de seu telescópio que mostra a região em que está se formando uma estrela na Constelação de Monaceros, que fica cerca de 5 mil anos-luz da Terra. O mapa abaixo mostra a posição de Monoceros (Mon), o Unicórnio, numa constelação do equador celeste. O genitivo, usado para formar nomes de estrelas, é Monocerotis. As constelações vizinhas são Gemini, Orion, Lepus, Canis Major, Puppis, Hydra e Canis Minor.
A planetologia, ciência planetária ou astronomia planetária é o estudo dos sistemas planetários (os
planetas, seus satélites naturais e outros objetos relacionados) com maior ênfase no Sistema Solar. Apesar disso, é crescente o interesse também nos Planetas extra-solares (planetas que não pertencem ao Sistema Solar). Em geral, estudam-se todos os objetos não-estrelares (ou com dimensão inferior ao necessário para se iniciar uma reacção nuclear), onde se incluem os meteoros e cometas.
Esta é uma ciência multidisciplinar, que toma parte das
Geociências (Ciências da Terra), ou melhor, é similar a esta. A planetologia tem se tornado cada vez mais ampla e tem se expandido de forma desproporcional às demais áreas da astronomia. Outras diversas áreas, como Física clássica, Física nuclear, Geologia comparada (Astrogeologia), Astrobiologia, transferência de calor, óptica, química e meteorologia tangem a área da planetologia.
Os conhecimentos destas diversas ciências são utilizados para criar modelos dos corpos celestes, que depois são comparados com observações a partir da Terra e de sondas espaciais. A maior parte das observações são realizadas sobre corpos do
Sistema Solar, mas nos últimos anos tornou-se possível descobrir e obter dados sobre planetas mais distantes através da influência que exercem na estrela que orbitam. Uma vez comprovada a veracidade do modelo, este pode ser usado para analisar as teorias da formação de cada planeta e do sistema solar em conjunto. O envio de sondas à superfície dos planetas mais próximos possibilitou a melhoria dos resultados destes tipos de análise.
(Fotos enviadas dos EUA, pelos nossos colabradores: Júnior e Bruno)
Continuamos no Chile, onde estamos realizando palpitantes reportagens.
A partir de hoje, o nosso blog volta ao seu rítmo habitual, com matérias diversificadas. Gradativamente estaremos incluindo matérias alusivas a este maravilhoso país sulamericano!

terça-feira, maio 01, 2007

"BLOG-REPÓRTER" (Válido p/ semana de 01a 05/05)

NO CHILE, 90 MINUTOS SEPARAM NEVE E MAR
Pode acreditar. Pela natureza da sua geografia esprimida entre as neves das Cordilheiras dos Andes e as praias do Oceano Pacífico, o Chile com certeza é o único país do mundo a colocar dois pontos de forte grande atração turística há apenas 90 minutos de viagem através de uma bela estrada turística, ligando O Valle Nevado a maior estação de esqui do Hemisfério Sul, nas Cordilheira dos Andes, as belas praias do Pacífico no seus belos Balneários de Valparaíso e Vinã del Mar. Isso é claro, além da qualidade de vida de seu povo que pode degustar um vinho que hoje está entre os melhores do mundo. Além de tudo, o Chile tem uma das mais atraentes e modernas capitais da América do Sul. Entre os atrativos Santiago, estão incluidos inúmeros parques, museus, igrejas e uma intensa vida noturna.
Como mostra a primeira foto os Andes abraçam a cidade. No verão, quando a temperatura média é de 22ºC, a cidade torna-se mais tranqüila – os moradores aproveitam para visitar as praias banhadas pelo oceano Pacífico, principalmente os balneários de Viña del Mar e Valparaíso. No inverno, a temperatura fica poucos graus acima de zero, o que dá à cidade novo atrativo, tornando-a ponto de partida para as estações de esqui. Na segunda metade de novembro realiza-se a Feira Internacional do Vinho do Hemisfério Sul. É a maior festa de Santiago e dela participam produtores de todo mundo.
Vinho uma especialidade chilena. O vinho chileno é considerado pelos especialistas um dos melhores do mundo, graças ao clima ideal para o plantio da uva. Na periferia de Santiago há vinícolas que mantêm programas de visitas com direito a degustação e acompanhamento de guias especializados.
Mas as atrações chilenas não param por ai...apesar de estar confinado entre a maior cordilheira do mundo e o Oceano Pacífico há atrações que atraem visitantes de todo o mundo, como a Ilha de Páscoa e o deserto do Atacama distante 1.600km ao norte de Santiago. Além ser a região mais árida do mundo, é também muito exótica, como mostra esta foto do chamado Vale da Lua.
Nesta primeira materia apenas apresentamos uma visão panorâmica de tudo que o Chile tem para oferecer. Cada assunto hoje abordado vai sendo esmiuçado aqui no Blog ao longo da semana.
Acabei de chegar ao Chile para realizar uma série matérias sobre esse belo país. Ao longo dos próximos dias estarei incluindo várias reportagens que certamente serão de interesse dos amigos bloguistas.
Com um abraço cordial do Roberto
/* Atualizacao do Google Analytics em 25 de Outubro 2009 */