/* Excluido depois do Upgrade do Google em 25 de Outubro de 2009 Fim da exclusao */

segunda-feira, abril 28, 2008

TORRE DE TORONTO

A TORRE MAIS ALTA DO MUNDO ! Vista panorâmica desde a torre de Toronto no Canadá
A Torre CN (CN Tower), nome pelo qual a torre é conhecida mundialmente; é a estrutura (não sustentada por cabos e em terra firme) mais alta do mundo, segundo o Guinness. Sua altura total é de 553 metros e 33 centímetros, sendo que o principal observatório da torre está localizado a aproximadamente 342 metros de altura. A torre possui um segundo observatório, o Sky Pod, localizado a 447 metros de altura, o mais alto do mundo. A Torre CN é considerada uma das Sete maravilhas do Mundo Moderno pela Sociedade Americana de Engenheiros Civis. Até 1995, CN era a abreviação de Canadian National (nome proveniente da Canadian National Railway, construtora e proprietária da torre até 1995). Após a inauguração da Torre CN, a Canadian National Railway logo viu que a Torre CN era muito mais lucrativa como uma atração turística do que uma torre de transmissão. Com cerca de um milhão de turistas subindo a torre anualmente, desde que foi construída, a Torre CN nunca operou no vermelho. Seus custos de construção foram pagos em apenas 15 anos. Em 1995, quando a Canadian National Railway foi privatizada, a nova administração da companhia decidiu se desfazer de qualquer propriedade que não estivesse relacionada com o setor ferroviário. Com isto, a posse da Torre CN foi transferida para a Canada Lands Company, uma companhia do governo canadense. A torre já era popularmente conhecida como CN Tower, mas o governo, mudou o nome da torre para Canada's Tower. Outra curiosidade da Torre CN é que a escada que vai desde o térreo até o principal observatório - possue 1.776 degraus, e é a escada mais longa do mundo. Projetada principalmente para casos de emergências, anualmente a escada é utilizada duas vezes para "escaladas de caridade" - abertas a quaisquer pessoas que queiram participar e ajudar a comunidade. A média do tempo que um escalador leva para subir todos os 1 .776 degraus é de 30 minutos, sendo que o recorde é de 7 minutos e 52 segundos. A Torre CN é atualmente a estrutura mais alta do mundo, mas esse recorde pode não durar muito, com a construção do Burj Dubai, em Dubai, Emirados Árabes Unidos.
Acesse também, o link a Revista-AR. Além das epopéias da Esquadrilha da Fumaça, você já pode acompanhar uma exclusividade da Revista: "Todo o processo de lançamento de uma nave ao espaço", através de 25 fotos.

sábado, abril 26, 2008

UM SONHO ESPACIAL -- (Sáb. e Dom.)

SUÉCIA LANÇARÁ VÔOS ESPACIAIS PARA A AURORA BOREALOs testes de vôos na base sueca, começarão ainda este ano. Foto: Spaceport Sweden
A partir de 2012, turistas poderão ser lançados ao espaço na Suécia através do espetacular show de luzes da aurora boreal – o fenômeno visual que ocorre no céu do Pólo Norte. A iniciativa é da Virgin Galactic, a empresa de turismo espacial do bilionário inglês Richard Branson, em parceria com o consórcio sueco Spaceport Sweden.








Os preparativos para os primeiros vôos espaciais para turistas a partir da base de Esrange, no norte da Suécia, foram detalhados, em entrevista coletiva no centro espacial sueco. A idéia da Virgin é fazer de Esrange, situada a 200 quilômetros do Círculo Ártico, a base européia do turismo espacial de Richard Branson.
Os testes de vôos na base sueca devem começar ainda este ano. O presidente da Virgin Galactic, Will Whitehorn, destacou que a nave espacial comercial desenvolvida pela empresa está agora em fase final de construção em Mojave, na Califórnia. Os testes da nave SpaceShipTwo (foto abaixo), com oito lugares, e sua nave-mãe, White Knight Two (WK2), estão programados para o fim de julho no Novo México, no sudoeste dos Estados Unidos.
Já os testes para os vôos para a aurora boreal serão realizados na base sueca de Esrange.“Os testes na base sueca serão iniciados imediatamente após os testes nos Estados Unidos, e talvez até ao mesmo tempo”, disse Whitehorn à BBC Brasil. Na concepção da Virgin Galactic, a base sueca vai oferecer aos turistas um atrativo extra: viajar através das luzes brilhantes da aurora boreal.
Fenômeno ótico
Também conhecida como noite polar, a aurora boreal é um fenômeno ótico que transforma o céu das regiões polares num espetáculo de cores luminosas (como nas fotos acima).Os dramáticos raios de luz que rasgam o céu polar são produzidos em função do choque dos ventos solares com o campo magnético da Terra. No hemisfério sul, o fenômeno é conhecido como aurora astral.
A aurora boreal ocorre geralmente nos meses de agosto a abril, e pode ser vista a olho nu durante a noite. Mas a visão de dentro da SpaceShipTwo promete ser consideravelmente melhor. A viagem da nave espacial rumo ao espaço através da aurora boreal terá 2h30 de duração. O espetáculo da noite polar poderá ser admirado através de grandes janelas circulares, localizadas nas paredes e no teto da fuselagem da nave espacial.
A partir deste --Fim de Semana-- você não pode deixar de acessar a "Revista-AR". Além das epopéias da Esquadrilha da Fumaça, você pode acompanhar uma exclusividade da Revista: "Todo o processo de lançamento de uma nave ao espaço". Sensacional!

terça-feira, abril 22, 2008

PARABÉNS BRASÍLIA...A nossa querida capital Brasília, está completando 48 anos na data de hoje. Décadas atrás, ela era chamada de A Capital da Esperança. Hoje, essa denominação foi esquecida por milhões de brasileiros, que sempre a viram como uma alavanca capaz de melhorar o futuro do nosso país. Não previram porém, que sobre o seu solo alguns políticos cometeriam os maiores desmandos! E por culpa desses afortunados, essa esperança só prevaleceu para eles, e acabou se transformando na palavra certeza. Vamos esquecer muitos desses maus brasileiros que vivem praticando atitudes ilicitas contra a Nação, apoiados na corrupção e na desfaçatez. Infelizmente, páginas da história de Brasília, que deveriam ser imaculadas, hoje estão repletas de "impeachement", conchavos políticos, corrupção, mensalões, cartões corporativos, CPIs, blindagens, etc... Em respeito ao aniversário da nossa capital, a partir deste momento vamos homenagear milhões de pessoas que escreveram e escrevem páginas douradas da nossa capital, escritas por várias mãos honradas desde a simplicidade de um Candango, passando por trabalhadores mais graduados que construiram Brasília com esperança e determinação. Claro que esse passado está projetado nos dias atuais, através de sua honrada e laboriosa população, que continua construindo essa obra fascinante com o suor e honestidade, que transformou o cerrado deserto, numa das mais populosas e belas capitais mundiais As pessoas citadas dedicamos um momento de inspiração nesta singela, mas justa homenagem: Linda Brasília, o sol veio para festejá-la e torná-la mais bela e sedutora, contrastando com a penumbra da alma de muitos daqueles que você abriga nessa obra singular de Oscar Niemeyer, na qual, o que menos se pensa, é melhorar a vida de um povo sofrido, que vive como um estranho dentro de seu próprio país. Povo que um dia os elegeu com muita esperança. Parabéns Brasília, em nome dos que a amam e trabalham pela sua grandeza.
Um resumo da História de Brasília: Hoje dia 21 de abril de 2008, Brasília está completando quase meio-século de existência. Mais precisamente 48 anos. No dia 21 de abril de 1960, o presidente Juscelino Kubitschek, inaugurou a Capital da Esperança, assim cognominada ao longo de décadas. No dia anterior, JK trancou o Palácio do Catete no Rio de Janeiro e seguiu para o seu novo endereço, onde recebeu de Israel Pinheiro, o primeiro prefeito de Brasília, as chaves do Palácio do Planalto, sede do nosso executivo. Às 9h30 os três poderes foram instalados simultaneamente. O projeto da cidade é de autoria dos arquitetos Lúcio Costa, responsável pelo plano piloto, e Oscar Niemeyer, criador das arrojadas linhas arquitetônicas dos prédios. A planta da nova capital - cravada no Planalto Central - é semelhante ao formato de um avião, símbolo da conquista do interior do país. O custo total das obras foi (na época), de Cr$ 300 bilhões. A idéia de tirar a sede do poder brasileiro do Rio de Janeiro já era bastante anterior a Juscelino Kubitschek. Em 1821, o governo provisório de São Paulo registrou sua intenção de instalar a Corte ou Regência do Brasil numa cidade central do interior do Brasil, "que poderia ser na latitude em torno de 15 graus". O paralelo 15 figura também no histórico sonho de Dom Bosco, padre italiano tornado santo que, em 1883 previu o nascimento de uma nova civilização numa região construída entre 15 e 20 graus de latitude.
Fotos e fragmentos da história da Esquadrilha da Fumaça, estão na Revista-AR. É só acessar.

segunda-feira, abril 21, 2008

SOLUÇÕES ALTERNATIVAS

UM RIO QUE PASSA POR CIMA DE OUTRO

Pois embora pareça extranho, isso existe, e fica na cidade de Magdeburg, na Alemanha. O Wasserstrassenkreuz (cruzamento de hidrovias) é um canal-ponte sobre o Rio Elba, que conecta as redes de vias navegáveis das antigas Alemanhas Ocidental e Oriental. A iniciativa fez parte do projeto de reunificação Nacional, implementado após a queda do Muro de Berlin. Sua principal função é facilitar o comércio entre as duas ex-nações. O Wasserstrassenkreuz é o mais longo 'viaduto' da Europa, com 918 m de extensão. Conecta à porção Leste do Mittellandkanal, com o trecho oeste do Elba-Havel-Kanal. A obra, fica aberta ao tráfego de mercadorias durante todo o ano, e consiste numa ponte com 690m.Recebemos alguns e-mails perguntando se esta obra era verdadeira ou se tratava de um jogo de imagens. Como se pode ver (em ambas as fotos), por mais estranho que possa parecer os barcos estão passando sim, por cima da ponte! Trata-se do maior cruzamento de canais fluviais da Europa, que fica na cidade de Magdeburg na Alemanha. Foi inaugurado em 10/10/2003, após seis anos de obras.A "ponte" que tem água no lugar do pavimento é uma estrutura mista de concreto e aço; custou aproximadamente 2,3 milhões de Euros, sendo a peça principal de um pacote de obras de infra-estrutura, que visam o desenvolvimento da antiga Alemanha Ocidental. Acesse a Revista-AR. Tudo sobre "a Esquadrilha da Fumaça" e da cidade de "Amparo"!

domingo, abril 20, 2008

UM JANTAR MUITO EXÓTICO

JANTE NUM CATAMARÃ, SOBRE OS RECIFES AUSTRALIANOS
Um exótico jantar sobre a maior barreira de corais do mundo!

Esse exótico jantar, inclui entrada, dois pratos e sobremesa, além do chá. Tudo isso regado por bons vinhos australianos. Essa experiência custa 79 dólares australianos para os adultos e 40 dólares australianos para crianças - até março do ano que vem. Inclinações gastronômicas. Se você gostar da experiência, pode experimentar também uma variante. Existe outro jantar temático, este à luz de velas, no meio da mata tropical que cerca Cairns pelo lado do continente. Além do jantar completo - entrada, três pratos e sobremesa - você ainda ouve dos próprios aborígines a lenda local sobre a criação do universo. Um concerto de didgeridoo, tradicional instrumento musical dos nativos, é dedicado aos passageiros.

Cairns não é a capital do estado australiano de Queensland, mas, apesar do seu tamanho, bem que poderia ser. Além de bons hotéis, variados restaurantes e agitada vida noturna, a pequena cidade de 130 mil habitantes concentra inúmeras opções de esportes de aventura, especialmente os aquáticos.A Grande Barreira de Corais, a maior do mundo, tem em mais de dois mil quilômetros de extensão. Ela se estende de Brisbane - a verdadeira capital - até a Papua Nova Guiné. E Cairns é a principal porta de acesso a essa maravilha da natureza. Por isso mesmo, milhares de turistas do mundo todo visitam seus incontáveis recifes em busca para mergulhar, pescar e velejar. Para coroar tantas atividades durante o dia, que tal um belíssimo jantar a bordo do Ocean Spirit (2a.foto), o maior catamarã a vela do mundo! O banquete inclui entrada, dois pratos e sobremesa. Tudo sobre a Esquadrilha da Fumaça e a cidade de Amparo, você encontra no link da Revista-AR. Acesse agora!

sábado, abril 19, 2008

ACIDENTES NA HISTÓRIA

Falha de comunicação produziu o
MAIOR ACIDENTE AÉREO DE TODOS OS TEMPOS !
A palavra inglêsa "HOLD", mesmo com o sotaque espanhol do controlador da torre do Aeroporto de Tenerife nas Ilhas Canárias, signifíca "manter". O piloto holândes da KLM entendeu ao invés de "HOLD, "HOLL" ou seja "decolar". Por sua vez o piloto americano da extinta PAN AN, entendeu corretamente a mensagem, e deu inicio a decolagem. O piloto da KLM, da outra cabeceira, fez o mesmo (como mostra a 3a.imagem do gráfico). Resultado: Um erro de comunicação, acabou produzindo o maior acidente aéreo de todos os tempos: 583 vítimas fatais.

Considerado até hoje o maior acidente aeronáutico da história, a colisão de dois Boeing 747, no aeroporto Los Rodeos, em Tenerife, nas Ilhas canárias - (Espanha), um operado pela KLM e outro pela extinta Pan AM, causou 583 vitímas fatais. As duas aeronaves tinham como destino original, o aeroporto de Las Palmas, na Gran Canária, que havia sofrido um atentado a bomba no terminal de passageiros. O KLM procedente de Amsterdã e o Pan Am de Nova Iorque, alternaram para o aeroporto de Tenerife, que estava congestionado, devido o acúmulo de aeronaves que para lá se deslocaram. O idioma oficial de Tenerife é o espanhol, os tripulantes da KLM falavam holandês e os da Pan Am, o inglês. Todas as comunicações foram realizadas em inglês, mas vale ressaltar, que a diferença em fraseologia e sotaques, em partes diferentes do mundo, fazem este tipo de comunicação as vezes muito difícil. Os pilotos possuiam qualificação e experiêcia para o tipo de vôo realizado. inclusive o Comandante Van Zanten da KLM, era checador da empresa e desfrutava de ótimo conceito. HISTÓRICO DO ACIDENTE: O avião da KLM solicitou, em Tenerife, um reabastecimento de 55.500 litros de querosene, quantidade suficinte para levá-lo de volta à Amsterdã. Como os passageiros do Pan Am permaneceram a bordo, este tinha condições de decolar logo que a pista de Las Palmas fosse aberta ao tráfego aéreo. Assim que isso aconteceu, o Pan Am não pode utilizar a pista de táxi por estar bloqueada por outras aeronaves, necessitanto ingressar na pista 12 e por ela taxiar. Entretanto, o KLM estava estacionado no acesso da cabeceira 12 e o Pan Am teve de aguardar o reembarque de um passageiro e o reabastecimento dessa aeronave. O KLM foi autorizado a ingressar na pista 12, taxiar pela mesma e, no final, realizar um "backtrack" para decolar da pista 30. O Pan Am foi autorizado após três minutos, a ingressar na pista 12, atrás do KLM, devendo abandonar a mesma pela "taxiway" e seguir para a cabeceira 30. Durante o táxi, os pilotos do Pan Am e o controlador acabaram não se entendendo com relação a qual pista seria utilizada para abandonar a de decolagem.
Quando os aviões iniciaram a decolagem, ambos correram na mesma pista, saindo cada um de cada cabeceira sob forte neblina, ocorrendo dessa falha da compreensão da mensagem, uma inevitável colisão, que resultou no maior acidente aéreo da história da aviação, matando todos os ocupantes do KLM e grande parte dos da Pan Am.
A partir de agora dois assuntos cativos na Revista-AR: a "Esquadrilha da Fumaça" e a "História da estância de Amparo". Basta acessar o link da revista e apreciar...

sexta-feira, abril 18, 2008

GRANDES REPORTAGENS: TRANSIBERIANA...

A FERROVIA MAIS EXTENSA DO MUNDO
No mapa, a Transiberiana em vermelho, e a linha Baikal Amur em verde. Note o lago Baikal entre as duas. Na (foto baixo) a marca do quilômetro 9288, no final da linha, em Vladivostok A ferrovia Transiberiana foi construída entre 1891 e 1916, é uma rede ferroviária conectando a Rússia européia com as províncias russas do extremo oriente. Com 9289 km (5772 milhas) e atravessando 8 fusos horários, é a mais longa ferrovia do mundo. A rota principal é a "linha Transiberiana", que sai de Moscovo para Vladivostok, passando por Nizhny Novgorod no Volga, Perm no rio Kama, Ekaterinenburg nos Urais, Omsk no rio Irtysh, Novosibirsk no rio Ob, Krasnoyarsk no rio Yenisei, Irkutsk perto da extermidade sul do lago Baikal, Chita e finalmente Khabarovsk. (De 1956 a 2001 o trem chegava via Yaroslavl em vez de Nizhny Novgorod). Em 2002 a eletrificação foi finalizada. 30% das exportações russas viajam por esta linha.Uma segunda linha é a Transmanchuriana, que coincide com a Transiberiana até Tarskaya, algumas centenas de quilômetros a leste do lago Baikal. De Tarskaya a Transmanchuriana dirige-se para o sudeste, China adentro, terminando seu percurso em Pequim (Beijing). A terceira linha é a Transmongoliana, que coincide com a Transiberiana até Ulan-Ude, na margem oriental do Baikal. De Ulan-Ude a Transmongoliana dirige-se para o sul, em direção de Ulaanbaatar, para depois dirigir-se ao sudeste, em direção de Pequim.Em 1991, uma quarta rota indo mais longe para o norte foi finalmente terminada, depois de mais de 50 anos de trabalhos esporádicos. Conhecida como a linha Baikal Amur (em verde no mapa), esta extensão inicia-se da linha Transiberiana, a várias centenas de quilômetros a oeste do lago Baikal, e passa pelo lago na sua extremidade norte. Chega ao Pacífico a nordeste de Khabarovsk, em Sovetskaya Gavan (i.e., Porto Soviético, também conhecida como Sovgavan, Sovietgavan e, antigamente, Imperatorskaya Gavan, i.e., Porto Imperial). Apesar desta rota dar acesso à sensacional costa norte do Baikal, ela também passa por algumas zonas de acesso restrito.
Acese a Revista-AR e veja fotos e um pouco da história fascinante da Esquadrilha da Fumaça. Após a matéria do EDA, clic na sequência "Postagens mais antigas" e veja o blog novo cativo da cidade de Amparo!

quinta-feira, abril 17, 2008

UM LINDO ARQUIPÉLAGO

SOL e AVENTURA no ARQUIPÉLAGO de FLÓRIDA KEYS Florida Keys, é um arquipélago no extremo sul do Estado norte-americano da Flórida. Juntos formam um belo destino turístico para quem gosta de sol, calor, paisagens, natureza, praia, esportes aquáticos, agito ou descanso. Ele atrai desde os "snow birds" (idosos americanos ou europeus que "fogem" do inverno e da neve) até jovens casais com filhos e estrangeiros de todo canto.Dá para chegar às Keys pelos barcos turísticos que partem dos portos de Fort Myers ou Miami, ou de avião, desembarcando nos aeroportos de Marathon e de Key West.
Mas o legal mesmo é o caminho até Key West de carro, pela Overseas Highway (ponta sul da rodovia federal norte-americana 1). Só ele já vale a viagem. A rodovia foi inaugurada em 1938, para substituir a estrada construída em 1912 por Henry Flager e destruída por um furacão em 1935. Ela começa nos subúrbios ao sul de Miami e vai ligando as várias ilhas, oferecendo paisagens costeiras magníficas e uma série de 42 pontes que impressionam quem gosta de engenharia. O caminho de 181 km leva quatro horas para ser feito em velocidade moderada. Mas vale a pena ir com mais calma, parando para ver a paisagem, as aves marinhas e para visitar as muitas surpresas, parques, museus e outras atrações espalhados ao longo do caminho: à esquerda de quem vai, o oceano Atlântico, e, à direita, a baía da Flórida e o golfo do México. As Florida Keys são divididas em cinco partes: Key Largo, Islamorada, Marathon, Big Pine e Lower Keys e, finalmente, Key West. Em Key Largo (a maior das ilhas), está o Santuário Marinho Nacional das Florida Keys, primeira área submarina de preservação dos EUA. Lá, é possível observar 44 variedades de corais e mais de 600 espécies de peixes. O Key Largo também oferece muitos lugares para mergulho.






Fotos: (1) - Vista aérea da Overseas High Way de da Fórida Key; (2) - Mergulhador e turistas no Eco-Discovery Center; (3) - Táxi rosa passeia pelo centro do arquipélago; (4) -Um lindo crepúsculo na praia de Florida Keys; (5)- Imagem de satélite mostra todo o arquipélago. Quer saber tudo sobre a Esquadrilha da Fumaça? Acesse o blog da Revista-AR

quarta-feira, abril 16, 2008

CURIOSIDADES...

A RUA QUE DIVIDE DOIS PAÍSES É A MESMA QUE OS UNE!
Esta rua da foto, divide dois países da América do Sul. À esquerda a cidade brasileira de Santana do Livramento, no (RS), e do outro lado, a cidade de Rivera no Uruguai. Certamente um brasileiro ao dizer "bom dia" a um uruguaio do outro lado da rua, recebe como resposta "Buenos dia". Esse aspecto hoje é apenas folclórico, mas na realidade vizinhos tão próximos só podriam ter criado uma lingua comum para facilitar as coisas, dai certamente ter sugido o "portunhol".

Este obelisco internacional, símbolo da união das duas pátrias, possuí os escudos do Brasil e do Uruguai e o relógio que marca as horas de ambos os países respectivamente. Temos ainda a Praça General Osório a principal praça da cidade, possuí árvores com mais de um século de existência e também a beleza das esculturas e jardinagem. Na praça General Osório está a palmeira plantada por Dom Pedro I, quando esteve no Brasil, hoje considerada patrimônio histórico cultural. O mapa abaixo, mostra os dois territórios e a integração das cidades de Livramento e Rivera, podendo se observar a rua divisória pontilhada, e com setas indicativas.As cidades fronteiriças são bem servidas por estrada e transporte aéreo. Além desse lado incomum, ambas oferecem muitas atrações que mercem ser visitadas. Voltando as peculiaridades, outra grande atração são as Escuelas de Frontera:
Nelas se trocam cultura, idioma e conhecimento. Milhares de crianças brasileiras estudam com colegas de países vizinhos. Uma realidade rica e peculiar, que começa a ser explorada pelos professores.
Mais na divisa, impossível: o marco que divide Brasil e Uruguai fica bem em frente à Escola Saldanha da Gama, em Santana do Livramento
- Buenos dias, professora. - Bom dia a todos. - ¿Qué vamos aprender hoy?- Hoje vamos estudar a história do país vizinho. - ¡Que bueno!Diálogos bilíngües não são raros em salas de aula localizadas nas fronteiras brasileiras. Ao longo de uma linha de 15.700 quilômetros de extensão, existem cerca de 5.500 escolas distribuídas por 120 municípios. Para estudantes e professores dessas regiões, a riqueza do encontro de culturas torna-se uma importante fonte de conhecimento e de recursos didáticos. "Os povos que vivem dentro de tamanha proximidade geográfica não partilham apenas o território mas toda a cultura", afirma Jacira Helena do Valle Pereira, professora de sociologia da educação da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS). "As pessoas deixam de pertencer a um ou a outro país e passam a construir uma identidade fronteiriça
Acesse agora, o blog da Revista-AR, e conheça um pouco da história da nossa Esquadrilha da Fumaça, e suas fotos sensacionais!

terça-feira, abril 15, 2008

ESPORTES RADICAIS

TAMBÉM QUERO SALTAR...
O que devo fazer?

Para satisfazer interessados e curiosos, a Revista-AR, manteve contato com a Escola de Boituva e a Azul do Vento, (ambas na região de Campinas), duas escolas de paraquedismo de reputação autorizadas a ministrar cursos pela USPA, um método moderno e avançado na formação de para-quedistas.Para satisfazer interessados e curiosos, a Revista-AR, manteve contato com a Escola de Boituva e a Azul do Vento, (ambas na região de Campinas), duas escolas de paraquedismo de reputação autorizadas a ministrar cursos pela USPA, um método moderno e avançado na formação de para-quedistas.Informações: O curso é composto por 10 horas de aula teórica, um salto duplo de instrução e mais 8 saltos livres. Em sua formação o aluno será cadastrado à entidade, com mais de 30 mil membros, e receberá a carteirinha USPA que dará direito a ele, saltar em qualquer lugar do mundo. Ao final do curso o aluno passará por um “equipamento suspenso” que irá simular todas as condições do salto e assim será possivel aquilatar se o aluno está realmente apto. Quanto melhor preparado o aluno estiver, melhor será seu desempenho em queda livre. Por isso, acreditamos que com uma boa didática e treinamentos exaustivos no solo, o aluno apresentará um bom desempenho em queda livre e assim não precisará repetir nenhum salto. Após a aula teórica o aluno estará pronto para começar a saltar. Nos três primeiros saltos, ele será acompanhado por dois instrutores com a função de mantê-lo estável na queda-livre. Os saltos serão feitos a 12.000 pés com uma queda livre de aproximadamente 50 segundos. Eles serão acompanhados durante toda queda livre até o momento da abertura do pára-quedas. Quando o pára-quedas abrir o aluno manterá contato através de rádio com um instrutor no solo para auxiliar sua navegação e fazer com que ele pouse no alvo. No terceiro salto os instrutores soltam o aluno, que vai demonstrar se consegue ficar equilibrado. Se cumprir os objetivos pré estipulados do salto, a partir do quarto salto até o sétimo, o aluno saltará acompanhado de apenas um instrutor. No oitavo salto, (se o aluno não repetir nenhum nível), ele poderá saltar sozinho. A cada nível (salto) o aluno deve realizar algumas tarefas e desta forma é avaliado e aprovado para o próximo nível (salto). Indicamos: também o site: reservas@azuldovento.com.br - Fone: (19) 3246.0455. Atenção: A partir amanhã, a Revista-AR, voltará em novo estilo: Com um espaço cativo dedicado à Esquadrilha da Fumaça, contando sua história, sua imagem positiva no exterior, e a presença deste blog, em muitos momentos importantes de sua existência. Você saberá a cada mês, o dia e horário das demonstrações em sua cidade, ou em sua região. Acesse a Revista-AR, e voe conosco!

segunda-feira, abril 14, 2008

O MUNDO CORRE SÉRIO PERIGO...

(Imagem ilustrativa da Amazônia, feita durante a seca que tranformou toda a região neste campo árido no ano de 2005.)
Para o britânico James Lovelock, um dos mais respeitados cientistas do mundo, a extinção da humanidade está próxima: as mudanças climáticas, tornarão o mundo insuportável em quatro décadas e matarão 6 bilhões de pessoas até o final deste século. A mudança climática mudará o comportamento da humanidade e com isso haverá mais guerras, seca, fome e doenças. A extinção da raça humana tem data marcada para começar. Restam 32 anos. O que fazer?
Essas previsões alarmantes são de cientistas estudiosos, como o britânico James Lovelock (foto), e já extrapolam o mundo reservado da ciência, para o cotidiano da mídia mundial, trazendo o assunto ao alcance das pessoas, que podem ver a olho nu, que a saúde do mundo se deteriora cada vez mais, e que o seu fim não vai ocorrer como preconizou Nostradamus, nas suas profecias, que previam para outubro de 1999, o fim dos tempos. Na verdade, o mundo está morrendo aos poucos, não como já teria acontecido a cerca de 65 milhões de anos, como acreditam alguns estudiosos. Naquela época remota, a nossa Terra teria sido atingida por um enorme asteróide, cujo impacto produziu 100 milhões de "megatons", valor equivalente a bilhões de bombas como as que os EUA lançaram em Hiroshima e Nagasaki. Nessa teoria, teriam sido exterminadas 70% das espécies de seres vivos, colocando fim a 150 milhões de anos de domínio de dinossauros sobre a Terra.
Hoje, o extermínio do mundo está acontecendo no dia-a-dia, e o pior, diante de um cenário que se agrava cada dia mais. Se há anos, uma grande parcela da humanidade passa fome e sede, imagine em 2050, quando a ONU, recentemente revelou um estudo, segundo o qual, até 2050, a população desse mundo doente, será de 9 bilhões de habitantes, ou seja um aumento de 2,5 bilhões de pessoas em relação ao quadro atual, que é de 6,5 bilhões.
Na realidade, quem lida com o campo das possibilidades sombrias (não são humoristas irônicos), mas cientistas munidos de dados e tecnologia. E, se não garantem que o mundo vai acabar, não hesitam em dizer que o homem, ou pelo menos a civilização, corre esse risco. Um deles é o britânico James Lovelock, que prevê a morte de 6 bilhões de pessoas até o ano de 2.100, e um mundo insuportável de se viver já em 2040. Tudo por conta do aquecimento global.
Lovelock, de 88 anos é um idoso, mas não é maluco: Ele foi um dos pioneiros na luta pela preservação do meio ambiente, ainda nos anos de 70, e criou a teoria de Gaia, que vê o mundo como um enorme organismo vivo. Segundo ele, os efeitos do aquecimento do planeta não podem ser mais evitados, mesmo que se diminua drasticamente a emissão de gases apontados como responsáveis pelo fenômeno, e que a energia nuclear seja amplamente adotada, como defende. Isso levará a diversas mudanças, como o aumento do nível dos oceanos e a maior ocorrência de períodos de calor como o verão europeu de 2003, que matou cerca de 30 mil pessoas. Essas mudanças por sua vez, terão impactos políticos e econômicos, aumentando a possibilidade de guerras, por exemplo, pelo controle das fontes essenciais à sobrevivência humana.“Quando diminuir a importância do petróleo, haverá disputas por outros recursos, como a água, e aumento considerável da fome”.
Atenção: A partir desta sexta-feira, a Revista-AR, estará de volta em novo estilo, dedicando um espaço cativo à Esquadrilha da Fumaça, para contar sua história, a imagem positiva que projeta do Brasil, e a participação deste blog, em muitos momentos de sua existência. Também Estaremos informando mês-a-mês, dia e horário em que o EDA estará se apresentando em sua cidade, ou em sua região. Acesse a Revista-AR.

sábado, abril 12, 2008

DOIS NAVIOS A PROCURA DE NOME

A Royal Caribbean realizou concurso inédito para a escolha do nome dos dois maiores navios do mundo. Em breve estaremos anunciando os seus nomes.A Royal Caribbean e a USA TODAY anunciam um concurso sem precedentes na história dos cruzeiros marítimos. A parceria deu a oportunidade a um cidadão comum escolher o nome dos dois maiores navios do mundo, que por enquanto são chamados Genesis I e Genesis II. Os ganhadores do concurso vão participar da cerimônia de batismo, além de embarcarem em uma viagem com todas as despesas pagas no navio que nominaram. O concurso quebra uma tradição marítima na qual chefes de Estado, empresas e governos escolhem os nomes dos navios. Acredita-se que é a primeira vez que membros do grande público, não associado com indústria de cruzeiros marítimos, têm a chance de escolher o nome de um navio de cruzeiros. O concurso foi encerrado em 29 de fevereiro. E a cada semana a partir de ontem, 14 de março é escolhido um finalista por semana até o próximo dia 19 de maio, quando será conhecido o sexto e último, e desses seis dois serão os ganhadores num concurso que contou com 91 mil participantes. Em seguida serão divulgados os nomes dos dois navios. Com 220 mil toneladas, os "Genesis I" e "Genesis II" acomodam até 5.400 hóspedes cada um.
O primeiro começa o operar em 2009, e o segundo, em 2010. A Royal Caribbean é reconhecida no mercado por lançar novidades na indústria de cruzeiros marítimos, como um boulevard de entretenimento com restaurantes, bares e lojas; paredes de escalada e simuladores de surf.
Além do pioneirismo das atrações e o lançamento no mercado dos maiores navios do mundo, a companhia também tem especial cuidado em proporcionar uma completa experiência de viagem dos hóspedes, com qualidade de serviço superior e internacionalmente reconhecida.
Atenção: A partir desta sexta-feira (18), a Revista-AR, volta em novo estilo, o de manter um espaço cativo a Esquadrilha da Fumaça, contando a sua história gloriosa, e a imagem positiva que projeta do Brasil. Some-se a isso, a participação do nosso blog, em muitos de seus feitos memoráveis! Outra coisa: Você também será informado a cada mês, o dia e horário em que ela estará se apresentando em sua cidade, ou perto dela. Volte a acessar a Revista-AR, a partir desta 6a.feira!

quinta-feira, abril 10, 2008

GRANDES REPORTAGENS

A ÁRDUA CONQUISTA DO ESPAÇO
TEM CUSTADO A PERDA DE VIDAS PRECIOSAS

Todos ainda devem se lembrar desta imagem mostrada pela televisão americana ao vivo, e retranmitida para o Brasil o momento exato em que a nave Challenger, a apenas 72 segundos do seu lançamento de Cabo Canaveral provocou a morte de toda a sua tripulação formada por sete pessoas, em 28 de janeiro de 1986, inclusive matou Christa MacAulife, a primeira civil a participar de um vôo spacial. Essa tragédia ainda estava viva na memória de todos, principalmente de pesssoas que estavam na Flórida acompanhando o lançamento Challenger, inclusive inúmeros familiares dos tripulantes que ficaram atônitos diante desta imagem, muitas delas familiares chegados dos tripulantes vitimados. Essa tragédia ainda estava viva na memória de todos, quando no dia 1º de janeiro de 2003, ocorreu a tragédia com o ônibus espacial Columbia vitimando todos os seus sete ocupantes.<Recentemente, graças aos nossos colaboradores no estado do Texas, conseguimos esta foto (ao lado), tirada de um radar, na qual se pode observar nitidamente, uma trilha principal (amarela e laranja) e uma grande área de destroços.A cidade de Nacogdoches, situada no estado do Texas, recebeu grande parte desses detritos, que caíram em várias ruas, estacionamentos e até sobre uma casa. O dentista Jeff Hancock afirmou que um pedaço de metal de cerca de 30 centímetros de diâmetro atravessou o telhado de seu consultório. Um pequeno tanque caiu no aeroporto da cidade. Mas não houve registros de vítimas em terra. Na imagem (3) - podem ser vistos os sete tripulantes que morreram, inclusive o primeiro israelense a participar de uma missão que teve um fim trágico, no momento em que a nave Columbia fazia sua entrada na atmofesfera da terra após uma missão de 16 dias.
Cronologia de todos os acidentes espaciais: ( Esta relação não inclui dezenas de acidentes com foguetes não tripulados.) (24 de outubro de 1960), uma explosão na plataforma de lançamento matou dezenas de cientistas da URSS; (Muitos anos depois), os astronautas Virgil "Gus" Ivan Grissom, Edward Higgins White II e Roger Bruce Chaffee, do Projeto Apollo, morreram no solo em um incêndio dentro da cabine de comando, no que ficou conhecido como "Apollo 1"; (abril de 1967), o cosmonauta Vladimir Komarov teve uma variedade de problemas técnicos com a nave Soyuz 1, e acabou morrendo no pouso, no acidente que atrasou o programa espacial soviético em 18 meses; (21 de fevereiro de 1969), um foguete do programa lunar soviético caiu, logo após o lançamento, sobre uma cidade matando 350 pessoas; (30 de junho de 1971), lançamento, sobre uma cidade matando 350 pessoas; (30 de junho de 1971), a despressurização da nave Soyuz matou os cosmonautas Georgy Dobrovolsky, Vladislav Volkov e Viktor Patsayev, que haviam cumprido uma missão de 24 dias em órbita; (28 de janeiro de 1986 - destaque na matéria); (1º de fevereiro de 2003 - Outro destaque na matéria); (22 de agosto de 2003), uma explosão destruiu o Veículo Lançador de Satélite (VLS-1), na base brasileira de Alcântara, no Estado do Maranhão. A causa do acidente, segundo brigadeiro Tiago Ribeiro, diretor do Centro Tecnológico de Aeronáutica (CTA), em São José dos Campos-SP, foi a ignição espontânea de um dos quatro motores do VLS-1. A explosão destruiu os equipamentos e matou 21 pessoas do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA).

segunda-feira, abril 07, 2008

FALSIFICAÇÃO

Mesmo com novas técnicas dinheiro continua sendo falsificado
Fotos: 1- Novidade: BC dos EUA apresenta novas notas de Us$ 5, incluindo um grande nº 5 de cor roxa e pretende dificultar a falsificação. 2- Notas e moedas em circulação na União Européia.
A fabricação do dinheiro em papel é um negócio complexo e sigiloso, o que reflete o fato de as cédulas sempre terem sido um alvo óbvio para ladrões e falsificadores. A maioria dos aspectos que compreendem o desenho da cédula é orientada a dificultar ao máximo sua falsificação, como a nova cédula de cinco dólares (acima). Isto significa que devem utilizar papéis e tintas especiais, uma variedade de técnicas de impressão diferentes e até mesmo dispositivos inovadores, como os hologramas.

As cédulas completamente impressas começaram a circular desde aproximadamente o ano de 1850. Antes desta data, as cédulas parcialmente impressas, que deveriam ser assinadas como os cheques, circulavam em importantes centros financeiros. A impressão das cédulas compreende vários passos e também a utilização de técnicas distintas. A primeira delas, para imprimir grande parte do aspecto de cada cédula, é a impressão litográfica (o mesmo processo para imprimir livros e revistas). A outra é a impressão por entalhe, na qual uma placa de metal talhada é pressionada contra o papel e usada para as partes do desenho com maiores detalhes, o que confere um aspecto de "relevo" distintivo. Em seguida vem, as características especiais, como holograma, e finalmente são estampados os números de série.
A Falsificação: Apesar da sofisticação da moderna tecnologia para proteger as cédulas, a falsificação vai ficando mais dificil mas continua sendo um problema (e se converteu em uma ameaça em alguns países desde a introdução das fotocopiadoras em cores de alta definição). Além de tentar estar "um passo adiante" dos falsificadores em termos técnicos, a arma principal utilizada pelos governos é punir os deliqüentes com pesadas multas e longas sentenças na prisão.

domingo, abril 06, 2008

TECNOLOGIA

SAIBA MAIS SOBRE A TV DIGITAL QUE CHEGA AO BRASIL:

Além de oferecer maior qualidade de som e imagem, a TV digital permitirá mais interatividade com o telespectador.Imagine que você está assistindo ao seu programa favorito na televisão e precisa sair da sala por um minutinho. Atualmente, você acabaria perdendo alguma cena, não é? Com a inauguração da TV digital no Brasil – que aconteceu em dezembro último–, porém, surge a possibilidade de, em breve, você poder parar a programação e voltar para a cena que não viu. Parece interessante? Então, saiba que essa é apenas uma das novidades que a TV digital trará para os telespectadores. De acordo com o professor da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, Marcelo Knörich Zuffo, a TV digital oferecerá maior qualidade de som e imagem, além de mais interatividade, já que será possível não só interromper um programa no meio, como também fazer compras pela TV e assistir televisão em praticamente qualquer aparelho, como celulares e monitores dos mais diversos tamanhos. Mas, afinal, o que é a TV digital? E por que ela traz tantos recursos diferentes? Marcelo conta que a TV que usamos atualmente – chamada de analógica – funciona a partir da transmissão de ondas eletromagnéticas, que costumam sofrer interferência do meio físico, gerando uma imagem de pior qualidade. Já o funcionamento da TV digital acontece de uma forma diferente: ele se dá por meio do sistema binário, composto pela combinação dos números zero e um, como acontece com os computadores. Assim sendo, para que a televisão receba a imagem gerada, ela deve contar com um aparelhinho, o set top box, capaz de decodificar os sinais digitais. Por possuir diversos componentes encontrados em um computador, o aparelho transforma o código binário recebido em imagem de TV. Praticamente não há interferência na imagem, ao contrário do que acontece com a TV analógica: ou a imagem chega ao decodificador e apresenta alta qualidade ou simplesmente não chega. Por outro lado, apenas as pessoas que tiverem o aparelho decodificador ou uma televisão mais moderna, capaz de receber os sinais digitais, é que conseguirão usufruir da TV digital. Por esse motivo, as emissoras de TV continuarão emitindo os sinais analógicos – além dos digitais – até 2017, quando se estima que todos os brasileiros já terão alguma forma de acesso à nova tecnologia. Quanto aos recursos oferecidos pela TV digital, por enquanto só estão disponíveis a imagem e o som em alta qualidade. Os demais ainda dependem de certas adaptações por parte das emissoras, não havendo previsão de quando passarão a funcionar. Além do Brasil, Estados Unidos, Japão e países da Europa já possuem essa tecnologia e, até o momento, as pessoas estão bastante satisfeitas. Então, agora só nos resta esperar que os outros recursos tornem-se disponíveis. Será uma mudança e tanto na forma como utilizamos a televisão, não é mesmo?
Fonte: "Boletim Ciência Hoje"

quarta-feira, abril 02, 2008

A ESCRAVIDÃO JÁ FOI ABOLIDA?

ESCRAVOS NA SELVA AMAZÔNICA
ABSURDO! Fazendeiros utilizam mão-de-obra clandestina para desmatar florestas e aumentar pastos e plantaçõesEscravos foram encontrados em áreas de desmatamento na fronteira na floresta amazônica em fazendas no Pará, Maranhão e Goiás.
De.1995.até.2007-27.792.pessoas.foram.resgatadas.pelo.Ministério.do.Trabalho. ESTADOS COM MAIS ESCRAVOS NO ANO DE 2007:
PARÁ: 1.947; MATO GROSSO DO SUL: 1.634; GOIÁS: 644; MINAS GERAIS: 425; MARANHÃO: 316; BAHIA: 175; PARANÁ: 129 e MATO GROSSO: 102. A derrubada da floresta amazônica e da vegetação de cerrado no interior do Brasil está sendo feita com mão-de-obra escrava. A constatação é do Ministério do Trabalho (MT) que desde 1995, mantém um grupo especial formado para libertar trabalhadores em condições que podem ser comparadas às do período colonial. Muitos fazendeiros recorrem a serviços clandestinos para avançar sobre a mata, ocupando espaço da vegetação nativa. "O desmatamento é um trabalho de curta duração e ilegal. Um crime acaba levando ao outro nos fim das contas. O fazendeiro que não possui licença tenta fazer escondido e contata um terceiro. Este, por sua vez, arrigimenta os trabalhadores (escravos) em condições terríveis", explica Marcelo Campos, cordenador da equipe de Fiscalização Móvel do Trabalho Escravo. O Pará foi o estado que mais escravos foram libertados em 2007. A equipe do Ministério do Trabalho, composta por auditores, procuradores, delegados, policiais federais e representantes do Instituto Nacional de de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e do Ibama, resgatou 1.947 pesoas. "O Pará é um dos estados onde mais acontece esa expansão em cima da mata nativa", diz Campos. Até 2007, o grupo do Ministério do Trabalho já libertou 27.792 pesoas. "Muitas vezes, os trabalhadores são tratados pior que os animais. Em algumas fazendas, eles ficam nos currais", conta. Faltam condições de segurança e saúde e é comum que patrões emprestem dinheiro para os empregados, que ficam impedidos de ir embora até pagarem a dívida. Os proprietários das fazendas onde são encontrados escravos são processados nas esferas civíl e criminal, podendo pegar dez anos de prisão (será?). Após todos recursos serem julgados eles são incluídos por dois anos em uma relação de escravisadores, perdendo benefícios como a possibilidade de empréstimos em bancos. Os trabalhadores libertados recebem assistência e entram na lista da Bolsa-família.

terça-feira, abril 01, 2008

ABROLHOS, UM SANTUÁRIO ECOLÓGICO

Em 1503, o navegador português Américo Vespúcio anotou: "Quando te aproximares de terra, abre os olhos". Dai surgiu o nome Abrolhos para designar uma área cheia de recifes de corais, com cinco ilhotas de origem vulcânica, a cerca de 70 km da costa baiana. "As ilhas dos Abrolhos, vistas de uma certa distância (como nesta foto), são de um verde brilhante. A vegetação consiste de plantas suculentas e gramina, entremeadas com alguns arbustos e cactos. Embora pequena, minha coleção de plantas de Abrolhos contém quase todas as espécies que ali florescem, acho eu. Pássaros da família dos totipalmados são extremamente abundantes, tais como atobás, rabos-de-palha e fragatas. Talvez o mais surpreendente seja o número de sáurios; quase todas as pedras têm o seu lagarto correspondente; aranhas em grande número; o mesmo com ratos. O fundo do mar em volta é densamente coberto por enormes corais cerebriformes (corais pedrentos, solitários, de aparência semelhante ao cérebro); muitos tinham mais de uma jarda (90 cm) de diâmetro."
Charles Darwin, 29 de março de 1832. Fonte: "Aventuras e Descobertas de Darwin a bordo do Beagle"
Em Abrolhos vivem milhares de espécies da fauna marinha (incluindo mamíferos como baleias e golfinhos) e aves migratórias. Qualquer um pode chegar a abrolhos com seu próprio barco. As visitas porém, devem ser notificadas no Ibama, que mantém funcionários no Parque para acompanhar o desembarque e mergulhos. Ou então, combinar um passeio com barcos que ficam nas cidades de Alcobaça, Nova Viçosa e Caravelas. Em Abrolhos não há qualquer tipo de infra-estrutura. Pode-se ir e voltar no mesmo dia ou pernoitar a bordo (a duração ideal de um passeio é de 3 dias). Barcos de porte médio levam de 4 a 6 horas para alcançar o arquipélago. Algumas lanchas podem chegar lá em 1 ou 2 horas. O desembarque é autorizadado nas ilhas Redonda (1a.foto) e Siriba. A melhor época para visita é entre osmeses de outubro a março, quando a visibilidade debaixo d´água atinge 30m de distância.
Na última foto, a rara baleia Jubarte (ou cantora por causa do hábito de emitr guinchos muito agudos) também escolheu a região de Abrolhos como local de reprodução e é dada a fazer misterosos movimentos acrobáticos (de julho a novembro). Destaque para um coral que só existe no Brasil: o Mussimilia brasiliense, parecido com um cérebro humano.
/* Atualizacao do Google Analytics em 25 de Outubro 2009 */