/* Excluido depois do Upgrade do Google em 25 de Outubro de 2009 Fim da exclusao */

quarta-feira, outubro 30, 2013

Raio num cai duas vezes no mesmo lugar?...

Saiba que raios mudam vidas e até a história                                           Recorde brasileiro de incidência de descargas elétricas é mote para documentário do Inpe                   (Giovana Girardi - O Estado de S.Paulo)
Tudo sobre o tema será relatado no documentário Fragmentos da Paixão, que estreia no próxima dia 11 - tomando apenas fatos reais, com este: No feriado dos mortos de 1959, no meio de um temporal, um grupo de 15 pessoas se abrigou debaixo de uma árvore que foi atingida por um raio. A descarga, que partiu a árvore ao meio, matou Eva Bierling, de 20 anos, na hora e feriu outras 11 pessoas. 

O pesquisador Osmar Pinto Jr., coordenador do Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, e a filha, Iara Cardoso, para a composição do filme, escrito e dirigido por ela.A pesquisa, que durou três anos, levou o geofísico a uma dramática conclusão: 85% das mortes por raio no País poderiam ser evitadas. "O problema é que as pessoas se colocam em risco por falta de informação. A probabilidade média de acidentes do País faz as pessoas subestimarem o risco de serem atingidas. Mas a chance passa a ser muito maior num lugar descampado. Sobe para 1 em cem", alerta o pesquisador. Novembro é um período de muita tempestade, a zona leste da cidade de São Paulo, é a região com maior incidência de raio, Num lugar muito aberto, as pessoas habitualmente correm para debaixo de árvore quando começa a chuva.
O Brasil é recordista mundial em queda de raios, com 50 milhões por ano e 130 mortes. Para Pinto Jr., esse número só vai diminuir com mais conscientização - e talvez com um pouquinho de medo. "O filme não é dramático, mas serve para alertar. “Eu mesmo, que nunca tive medo de raio, fiquei com um pouquinho depois de conversar com tanta gente", conta. O filme mostra a jornada do pesquisador em busca de responder a uma pergunta: os raios podem mudar a vida de uma pessoa? Para isso, ele viajou por São Paulo, Rio, Bahia e Rio Grande do Sul atrás de casos pessoais e fatos históricos do País ligados às descargas elétricas e recomenda:                                                                                                    "A melhor maneira de se proteger é ficar num carro fechado",  fugir das árvores. Lição que a duras penas aprendeu Mario Vechio, último sobrevivente do incidente de 1959. Então com 23 anos, diante da chuva, fez o que todo mundo estava fazendo, e foi para debaixo da árvore. "Um clarão, um estrondo, e de repente todo mundo estava no chão, alguns se debatendo. Tentei levantar, mas não tinha força e caía de novo. Mas dei sorte, nada aconteceu. Hoje não tenho medo, mas não corro mais para debaixo de árvore."
                             

                                                                                                                                                   

sábado, outubro 26, 2013

Dica para um---FIM DE SEMANA---

 
ASAS DE UM SONHO 
O MARAVILHOSO MUSEU DA TAM
Com mais de 100 aviões, o Museu Sonho de Voar, localizado na cidade de São Carlos-SP, é uma excelente pedida para você curtir um fim de semana na companhia de familiares e amigos. Este sonho dos irmãos Rolim e João Francisco Amaro, se transformou em realidade em um dos mais completos museus do mundo. O museu, conta a história da aviação, homenageando seus criadores, construtores, mecânicos e pilotos, e foi inaugurado em novembro de 2006 com o objetivo de preservar a memória da aviação por meio da conservação, restauração, aquisição e permuta de objetos de valor histórico, artístico e documental. O empreendimento é considerado o maior da América Latina no segmento e o maior do mundo de uma empresa privada. Por isso, ele ocupa um espaço 22 mil m2.
Dias e horários de funcionamento:
De quarta a domingo, das 10h às 16h.
Entradas permitidas somente até as 15h.

Endereço:
Rodovia SP 318 (que liga São Carlos a Ribeirão Preto), km249,5 – Água Vermelha
São Carlos SP – CEP 13578-000
A 250km de São Paulo
A 15km de São Carlos

Para mais informações acesse o site do Museu TAM ou ligue para o número (016) 3306-2020.                Preços:
Até 6 anos de idade e acima de 65 anos não pagam.
Professores, estudantes, de 7 a 12 anos e de 60 a 65 anos com documento comprobatório o valor é R$12,50 Para adultos  o valor é R$ 25,00

quinta-feira, outubro 24, 2013

O preço da evolução...

                                              
CIDADES INUNDADAS PELO PROGRESSO  - Muitas cidades históricas como Igaratá e pontos turísticos como Sete Quedas, hoje estão submersos em nome do progresso. Com a explosão demográfica , cresce a necessidade por água para o consumo, a construção de novas hidrelétricas e de outros serviços essenciais. Esse crescimento porém, exige  medidas drásticas que acabam inundando histórias e recordações que só permanecem imersas em nossas lembranças.
A cidade de Igaratá, surgiu da fé de um povo que construiu e se reuniu ao redor da Capela de Nossa Senhora do Patrocínio, no século XIX. O Município desenvolveu-se durante o ciclo do café. A construção da Via Dutra, fez com que Igaratá perdesse o rumo do desenvolvimento, mas não sua inabalável fé, aliada à coragem dos seus habitantes que não sucumbiram diante de um grande desafio: a inundação da velha cidade para a construção da Represa do Jaguari, na década de 60. Esta foto foi tudo o que sobrou da velha cidade da grande São Paulo, que nos foi cedida por Robinson de Oliveira Raimundo. Localizada entre as rodovias D.Pedro I e Dutra, na década de 60, teve inicio a construção da represa para produzir energia para as necessidades de desenvolvimento do Vale do Paraíba. Por sua condição de cidade ribeirinha do Rio Jaguari, decidiu-se por inundá-la. 
Com esforços da população e das autoridades municipais, em 1.968 surgiu a esperança de se reconstruir a cidade em outro local. Em 24 de Abril de 1.969 chegaram as primeiras máquinas para a construção da Nova Igaratá, marcando o início da segunda fase da história do Município. Em 5 de Dezembro de 1.969, debaixo de pesadas chuvas, a população foi obrigada a deixar a cidade velha, trasladando-se para a nova, ainda em construção. Na época ainda não havia abastecimento de água, que foi suprida por caminhões da Prefeitura e da Cesp. E o centro da nova cidade virou um canteiro de obras.
Na 1a. foto, a nova Igararatá e sob o lago, submerge a velha cidade; na 2a., a grandiosidade da bela represa, hoje um importante centro turístico do estado de S. Paulo.

segunda-feira, outubro 21, 2013

Seja o Juiz deste caso inédito...

 HOMEM QUE SOBREVIVEU À FORCA É TRATADO PARA NOVA EXECUÇÃO
Um homem condenado à morte, por tráfico de drogas, e enforcado na prisão de Bojnourd, no nordeste do Irã, na semana passada, poderá ser executado pela segunda vez. Alireza M., de 37 anos, foi encontrado vivo no necrotério, um dia após o enforcamento. De acordo com a Anistia Internacional, o juiz responsável pelo caso afirmou que Alireza está em um hospital, mas será executado novamente quando a "equipe médica confirmar que seu estado de saúde é bom o suficiente". A organização pediu ao Irã, na quarta-feira, que pare a execução."A perspectiva terrível desse homem diante de uma segunda execução, depois de ter passado por todo o calvário já uma vez, apenas reforça a crueldade e a desumanidade da pena de morte", disse Philip Luther , diretor da Anistia Internacional no Oriente Médio e no norte da África. Quem deveria substituí-lo deveria ser um político do mensalão. Não acha? "As autoridades iranianas devem suspender imediatamente a execução de Alireza e emitir uma moratória sobre todos os outros (condenados)." A imprensa oficial do Irã informou que Alireza foi declarado como morto após ter ficado pendurado durante 12 minutos. Quando a família do prisioneiro foi buscar o corpo, no dia seguinte à execução, ele foi encontrado ainda respirando. Segundo a Anistia, um membro da família teria dito que as duas filhas do prisioneiro eram as pessoas "mais felizes do mundo", depois de descobrirem que o pai estava vivo."A realização de uma segunda execução de um homem que de alguma forma conseguiu sobreviver a 12 minutos de enforcamento, depois de ter sido certificado que ele estava morto e cujo corpo estava prestes a ser entregue a sua família, é algo simplesmente medonho. Isso denuncia uma falta básica da humanidade que, infelizmente, está por baixo do sistema de Justiça do Irã", disse Luther.                                                                                                                                     Estatísticas. A Anistia Internacional estima que pelo menos 314 pessoas tenham sido executadas no Irã em 2012. Neste ano, a organização contabiliza 508 execuções. A maioria dos executados foi condenada por delitos relacionados ao tráfico de drogas. "É natural que as autoridades iranianas devam combater a sério os problemas sociais, de segurança e econômicos relacionados ao tráfico e ao abuso de drogas. No entanto, a dependência em relação à pena de morte para combater o tráfico de drogas é errada e viola o direito internacional", disse Luther. "As pessoas querem ser protegidas do crime, mas a pena de morte não torna as sociedades mais seguras."  Vamos procurar acompanhar este caso até o seu desfecho, sobretudo pela alegria das filhas ao verem que o pai não havia morrido. É de cortar o coração!        

sábado, outubro 19, 2013

Dica para o seu---FIM DE SEMANA---

SERRA PELADA, UM FILME COMPROMETIDO COM A VERDADE
Homens formigas vivem o sacrifício  de quem sonha com a riqueza de ma hora pra outra
Em 1980, o anúncio de que fora encontrada uma grande jazida de ouro em Serra Pelada, no sul do Pará, atraiu em poucos meses dezenas de milhares de pessoas à região, que passou a abrigar o maior garimpo a céu aberto do mundo. Dentro da enorme cratera, homens e mulheres trabalhavam em condições precárias movidos pelo sonho dourado de enriquecer da noite para o dia. É nesse contexto histórico que se passa Serra Pelada, novo filme de Heitor Dhalia cujo elenco conta com Juliano Cazarré, Sophie Charlotte, Wagner Moura, Júlio Andrade e Matheus Nachtergaele. Nele, dois jovens cariocas partem para o garimpo em busca de ouro. A ganância e obsessão por poder, porém, transforma o destino de ambos.
A bela Sophie Charlotte reinventa-se no garimpo. Ela é a Tereza (do filme) uma prostituta, que todo mundo quer possuir, mas que na verdade também é uma guerreira.           


SINOPSE: Serra Pelada levará às telas de cinema uma viagem para a maior mina a céu aberto dos tempos modernos. O ano é 1980.  Os amigos Juliano (Juliano Cazarré) e Joaquim (Julio Andrade) deixam São Paulo em busca do sonho do ouro. Os dois chegam à Floresta Amazônica como outros milhares de homens, repletos de sonhos e ilusões. Mas a vida no garimpo muda tudo. A obsessão pela riqueza e pelo poder os destrói. Juliano se torna um gângster. Joaquim deixa seus valores para trás. Uma história sobre a febre do ouro, sobre ganância e violência. Sobre uma grande amizade e seu fim.
Juliano acha ouro e ganha poder em Serra Pelada                                                                         SERRA PELADA - Direção de Heitor Dhalia - Gênero: Drama - (2013). Estreia prevista para  ontem.

quinta-feira, outubro 17, 2013

Paraguai luta por direitos sobre Itaipu...

PARAGUAI QUER MAIS VANTAGENS COM ITAIPU
Assunção tentará outra vez vender excedente de energia a outros países a preço de mercado
BRASÍLIA - Um dos principais interesses em comum entre O Brasil e o Paraguai, é binacional Usina Hidrelétrica de Itaipu. Desde algum tempo, Assunção está determinado em obter mais vantagens com a maior usina hidrelétrica do mundo e não desiste de do seu plano de obter mais vantagens de vender o seu excedente a outros países a preço mais atuais, para isso deseja mudar o acordo feito há 40 anos.tentar . não foi citada ontem na conversa entre os presidentes do Brasil e do Paraguai. O Brasil pode esperar "um plano concreto" paraguaio para tentar renegociar a possibilidade de vender sua parte na energia produzida para outros países. Deve incluir, também, questionamentos sobre a dívida paraguaia com o Brasil para a construção da usina. Um ministro próximo ao presidente  Horácio Cartes disse ao Estado que o presidente sabe que esse não é o momento para tratar do assunto. No entanto, o Paraguai pretende ter "um plano pronto, claro, para apresentar ao Brasil em algum momento". Nesse plano, deve entrar a exigência paraguaia de vender sua parte na energia a outros países em valores de mercado.                                                                                                                                          Hoje, o tratado exige que o sócio que não consuma sua parte venda o excedente para o outro - no caso, o Brasil paga US$ 240 milhões por 90% da energia que o Paraguai não consome. A outra questão é a dívida paraguaia para construção da usina. Em 1973, quando foi firmado o tratado, o Brasil bancou a dívida, que o Paraguai pagaria com seus royalties pela energia produzida até 2023. Um relatório do economista americano Jeffrey Sachs, contesta, e afirma diz que a dívida já estaria paga.                                                           Um dia depois da posse de Cartes, o novo presidente paraguaio da usina, James Spalding, já dava a entender que o país tinha planos de pressionar o Brasil a rediscutir esses pontos. "Tudo está sobre a mesa", disse ele. No mesmo dia, em sua primeira entrevista, Cartes afirmava que "faria tudo o que fosse benéfico ao Paraguai".         Quando este Brasília, Cartes evitou o assunto. Mas deu sinais do que pode vir: "O Paraguai quer sentar-se à mesa de negociações porque acredita que tem atrativos naturais que Deus e a natureza deram ao seu País. Num momento em que o Paraguai tem um crédito que ontem não tinha, o Paraguai quer dizer ao Brasil que deseja negociar. E só queremos quando as coisas são úteis para nós: o ganha-ganha.

quarta-feira, outubro 16, 2013

Mortes que salvam vidas...

AUMENTA O NÚMERO DE TRANSPLANTES NO BRASIL
Um balanço feito pelo Ministério da Saúde e recentemente divulgado ontem, mostra que a realização de transplantes no Brasil aumentou em 12,7%. Segundo o balanço, no primeiro semestre de 2011 foram feitos 12.287 transplantes, contra 10.905 realizados no mesmo período do ano de 2011. O transplante de pulmão foi o que mais cresceu, tendo um aumento de 100%. O segundo maior avanço percentual foi o de transplante de coração, com 29% a mais quando comparado ao ano passado. Também cresceram os transplantes de medula óssea (17%), rim (14%), córnea (13%) e fígado (13%). "Esse crescimento reforça o aumento do desejo de doação e confiança da população no Sistema Nacional de Transplantes. Essa combinação é fundamental para que a gente mantenha um crescimento sustentável da doação e reduza as filas de espera por órgãos", destacou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.
De acordo com dados do Sistema Nacional de Transplantes (SNT) do Ministério da Saúde, a cirurgia de córnea atingiu 7.777 cirurgias nos primeiros seis meses de 2012, contra 6.891 no mesmo período de 2011, representando aumento de 13%. Nesse período, alguns estados já eliminaram a lista de espera para esse tipo de transplante. São eles: Acre, Paraná, Espírito Santo, Rio Grande do Norte, Distrito Federal e São Paulo. Na sequência, as cirurgias com rim totalizaram 2.689 nos primeiros seis meses de 2012, 14% a mais que no mesmo período de 2011. O terceiro maior volume foram os transplantes de medula óssea – 862 no primeiro semestre de 2012. Os transplantes de fígado chegaram a 801, representando aumento de 13%.                                    CAPACITAÇÃO- O objetivo do Ministério da Saúde é investir na capacitação e fortalecimento da rede brasileira de transplantes.Um dos critérios para a habilitação de centros de excelência é fazer parte da rede pública ou ser entidade sem fins lucrativos que atenda de forma complementar ao Sistema Único de Saúde (SUS). Outros critérios são: ter experiência de dois anos ou mais na área; realizar, no mínimo, três tipos de transplantes, sendo dois de órgãos sólidos e/ou um de tecido ou, ainda, transplante de medula óssea alogênico não aparentado; desenvolver estudos e pesquisas na área. AÇÕES - Neste ano, com o objetivo de aumentar o número de doadores, foram realizadas diversas ações. Uma delas foi a parceria com o Facebook, que permite que o usuário da rede social se declare doador de órgãos. Após um mês da parceria, mais de 80 mil pessoas já tinham se declarado doadoras. Para expressar a sua opinião no Facebook, basta ir à Linha do Tempo e clicar em "Evento Cotidiano". Depois é preciso selecionar a opção saúde e bem-estar e clicar em doador de órgãos.
/* Atualizacao do Google Analytics em 25 de Outubro 2009 */